Alunos da Educação de Jovens e Adultos com esperança de dias melhores




A rede municipal de ensino conta com mais de 3 mil alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA). A modalidade vem resgatando a autoestima dos estudantes e contribui para reinseri-los no mercado de trabalho. São alunos como Rafaela Viana da Hora, que acreditam em dias melhores com mais possibilidades e oportunidades. “Através do conhecimento traçamos novas trajetórias. O conhecimento nunca é demais e atrai o crescimento”, disse a aluna da V Fase.


Ao todo, 28 unidades escolares da rede municipal oferecem EJA. Na Escola Municipal Professora Eunícia Ferreira da Silva, do Parque Santa Rosa, 210 alunos estão matriculados. Um deles é seu Arialdo da Costa Guedes: “Estou com 77 anos e não parar de estudar é importante para alcançar meu objetivo que é aprender a ler”, disse o idoso, da II Fase.


Priscila Barreto Rangel, da VIII Fase, é mais uma contemplada. “A educação é importante para termos uma perspectiva melhor, um trabalho melhor e assim possamos dar um futuro melhor para os nossos filhos. Quero fazer uma faculdade na área de enfermagem e, para isso, preciso continuar a estudar. O estudo é muito importante para as nossas vidas e por isso sempre digo para os meus filhos priorizarem os estudos”, afirmou.


“Não parar de estudar é importante porque sempre precisamos adquirir conhecimento”, afirmou Kleber Azeredo Caneca, V Fase. “Cada pessoa tem a sua história. Para mim, estudar é um recomeço. Acredito que o estudo nos traz um futuro melhor”, Vinícius Rosa, I Fase. Deyvid de Freitas Rezende acrescentou: “Estudar é muito importante para termos um futuro melhor. Não importa a idade, o importante é não parar de estudar”.



As aulas são presenciais e são oferecidos cadernos em forma de módulos que compõem os componentes curriculares. A coordenadora da EJA, Greice Souza, ressalta ainda que os professores que trabalham com esse público passam por treinamento específico, cursos de capacitação e contam ainda com todo suporte pedagógico.


Segundo a coordenadora da EJA, Greice Souza, os anos iniciais são destinados a jovens a partir de 15 anos que não completaram a etapa entre o 1º e o 9° ano de escolaridade convencional. Já a EJA - anos finais, é para os maiores de 18 anos que não completaram o Ensino Médio. Ao concluir essa etapa, o aluno está preparado para realizar provas de vestibular e Enem, para ingressar em universidades. O tempo médio de conclusão é de 18 meses.


“A Educação de Jovens e Adultos representa o resgate do ser humano como um todo. É a oportunidade que ele tem de voltar a sonhar, a viver e de ter de volta sua identidade. A EJA representa ainda a possibilidade de o aluno vivenciar a leitura, escrita e, também, de ser inserido no mercado de trabalho ou conseguir um emprego melhor”, concluiu Greice.


Escola com modalidade EJA:



1. CEMSTIAC

2. C.E. 29 de Maio

3. CIEP Brizolão 144 Profª Carmen Sylvia Carneiro

4. CIEP Brizolão 269 Francisco Portela

5. CIEP Brizolão 481 Arnaldo Rosa Viana

6. E.M. Albertina Azeredo Venâncio

7. E.M. Amaro Prata Tavares

8. E.M. Carlos Chagas

9. E.M. Conselheiro Josino

10. E.M. Custódio Generoso Vieira

11. E.M. Dr. Luiz Sobral

12. E.M. Eloy Ornelas

13. E.M. Farol de São Tomé

14. E.M. Francisco de Assis

15. E.M. Lídia Leitão de Albernaz

16. E.M. Lulo Ferreira de Araújo

17. E.M. Manoel Coelho

18. E.M. Marechal Artur da Costa e Silva

19. E.M. Maria Antônia Pessanha Trindade

20. E.M. Maria Lucia

21. E.M. Mario Barroso

22. E.M. Morangaba

23. E.M. Pequeno Jornaleiro

24. E.M. Profª Eunícia Ferreira da Silva

25. E.M. Profª Wilmar Cava Barros

26. E.M. Santa Terezinha

27. E.M. Getúlio Vargas

28. E.M. Olga Linhares


105 visualizações