top of page

Alunos da EJA aprendem sobre produção de cosméticos no laboratório da Faculdade de Medicina



Através de uma parceria entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Seduct), via Programa Saúde na Escola (PSE), com a Faculdade de Medicina de Campos (FMC), alunas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Marechal Arthur da Costa e Silva visitaram na noite dessa terça-feira o laboratório do curso de Farmácia da FMC. Eles aprenderam as diversas possibilidades para fazer cosméticos com poucos recursos. Coordenadora da EJA, Greice Souza, disse que a experiência é muito importante para que os alunos possam conhecer novas possibilidades de trabalho e ampliar o leque de oportunidades.


“Ficamos muito orgulhosos de fazer parte de um governo que valoriza a Educação e a modalidade EJA. Nosso prefeito, Wladimir Garotinho, cumpriu uma promessa de campanha com o transporte escolar gratuito para EJA, ficando assim muito mais fácil garantir o acesso e a permanência de nossos alunos em sala de aula, assim como a participação das unidades escolares em nossas ações e parcerias como essa com a FMC e o PSE. Ofertar aos nossos alunos a oportunidade de conhecer vários cursos, novas frentes de trabalho e, mais que isso, mostrar para o aluno que ele pode ir muito além. Esse é o nosso propósito, é para isso que trabalhamos”, disse Greice.



O Coordenador do PSE, João Paulo de Oliveira, ressaltou a importância da parceria entre o programa, a EJA e a FMC. “É de grande importância esse trabalho. Oportunizar para os alunos vivenciarem uma experiência no laboratório de uma faculdade é algo diferenciado de aprendizagem. Possibilitar o acesso é extremamente importante, afinal, dessa forma ampliam-se as oportunidades de trabalho e renda, além da formação como indivíduo e cidadão”, explicou João.


Professora de História da E.M Marechal Artur da Costa e Silva, Lourdiana Mota da Silva, também falou da importância do trabalho. “Essa parceria é extremamente importante entre PSE e coordenação da EJA onde nossos alunos vivenciaram um aprendizado na prática e significativo com a aula e confecção de sabonetes artesanais e medicinais ministrada pelos acadêmicos do curso de Farmácia da FMC. Agradecemos a todos! E que essa oportunidade se repita mais vezes”, disse.


A opinião de Lourdiana é compartilhada pelo professor de Suporte Pedagógico da EJA na Seduct, Evaldo Soares de Azevedo. “É muito gratificante ver o brilho nos olhos dos nossos alunos da EJA ao perceberem que os diferentes espaços de aprendizagem estão abertos e são acessíveis a todos. Estamos convictos de que a visita de hoje fará muita diferença na trajetória de vida desses alunos”, pontuou.



Jaise Silva Ferreira também é professora do Curso de Farmácia e acrescentou: "Essas ações junto à comunidade são muito interessantes para nossos alunos pois despertam neles habilidades importantes como a comunicação, o papel do farmacêutico como educador, e também na construção de atividades sociais, gerando informações que agreguem valores para as pessoas, gerando profissionais com visão mais humanizada. Tudo foi preparado com muito carinho e nos sentimos muito felizes de compartilhar o aprendizado dos nossos alunos em nossa instituição, com os alunos da EJA. Que essa experiência possa gerar frutos para todos envolvidos. Que possamos ter mais encontros assim!", comentou.


Aluna da EJA, Edilene Oliveira da Silva Gonçalves, também aprovou a ideia. “Eu achei super importante porque eu já trabalho fazendo massagem e pretendo me formar em massoterapeuta e também esteticista. Então, se eu fabricar esses sabonetes vai me ajudar bastante, pois, vou agradar minhas clientes com lembrancinhas no final do ano.

62 visualizações

Comentarios


bottom of page