top of page

Alunos de creche também apresentam projetos na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia




Pela primeira vez, alunos de creches da rede municipal de ensino (Educação Infantil) estão participando de uma feira de ciências. Eles estão apresentando projetos durante a X Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, um evento nacional com coordenação local da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia. O evento acontece de hoje (quarta, 18) a sexta-feira (20) no Jardim São Benedito.


Confira abaixo as atrações do evento


PRINCIPAIS ATIVIDADES
.pdf
Download PDF • 428KB


Com apenas 4 anos, Aylla Bernardo Delgado explicou com detalhes como confeccionou um cofrinho de papel machê. A criança é aluna no pré-1 da Creche Escola Municipal João Siqueira dos Santos, na Tapera. A unidade foi a primeira creche a participar do evento que está em sua décima edição. Na sexta-feira (20), a Creche Felismindo Marques Barreto, de Farol de São Tomé, também levará os alunos da educação infantil para apresentar projetos desenvolvidos na unidade.





O pró-reitor do IFF, José Augusto Ferreira, falou sobre a importância da participação das crianças da Educação Infantil. “Esse evento me emocionou muito. Ver um stand da educação infantil aqui com obras de arte das próprias crianças,e ouvi-las explicando o que produziram foi surpreendente. Eu dei aula na pré-escola também, e sei como é o processo da educação. Esta Semana Nacional é um dos eventos mais importantes do Brasil, e demonstra nossa capacidade de produzir ciências e tecnologias. Parabéns ao secretário Marcelo Feres e a toda a Secretaria pela mobilização dos alunos e professores. Uma criança de 4 anos que apresenta uma obra de arte em uma feira como essa tem a vida transformada para sempre. Com certeza será um ser humano brilhante e criativo, podendo mudar nossa comunidade”, afirmou o pró-reitor.




A diretora adjunta da Creche da Tapera, Caroline Nascimento, contou que a apresentação representa a culminância do trabalho realizado na creche, que une educação e cuidado. "Sempre tivemos essa bandeira como princípio para a concretização dos projetos. As crianças trabalham juntas e adoram porque envolve o lúdico, desenvolve a criatividade. Hoje, temos uma educação inovadora e independente”, destacou a gestora cuja unidade levou 17 crianças para o evento.



A professora da Creche Genilce Magalhães foi a responsável pela coordenação das atividades do cofrinho com papel machê, cujo trabalho está inserido no projeto Construindo um mundo de papel machê. Outro projeto apresentado foi o Vulcão das Cores, elaborado pelas professoras Laysa Araújo e Carolina Dantas, que gerou uma experiência com vulcão também de papel machê. A unidade também levou o projeto Cantando e Encantando, de musicalização infantil, que tem como curadora a Auxiliar de Turma e professora de musicalização, Mirian Cordeiro.


176 visualizações
bottom of page