Alunos EJA participam de exposição na Escola Municipal Olga Linhares


Contação de histórias, trabalho com reciclagem, enfatizando o projeto Reciclar na Rede, vídeos com leitura de produção textual, apresentação musical e leitura de contos. Esses são alguns dos trabalhos produzidos pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), na primeira mostra ExpoEJa. O evento aconteceu na noite desta segunda-feira (27), na Escola Municipal Olga Linhares, em Guarus. A unidade escolar tem 320 alunos e 105 fazem parte da EJA. A coordenadora da EJA, Greice Souza, disse que a mostra representa uma motivação a mais para os estudantes que escolheram voltar para a sala de aula. “Eles são muito empenhados em aprender e esse tipo de trabalho incentiva o processo de criação e ainda ajuda no ensino-aprendizagem. Manter esse público interessado em aprender é um desafio e quanto mais incentivar nesse sentido mais iremos conseguir motivá-los a continuar”, explica Greice. A diretora da Olga Linhares, Danielle Mothé, explica que este é o primeiro ano da Escola com a EJA e a mostra representa um incentivo para que se sintam valorizados e motivados a continuar com os estudos mesmo após a conclusão da EJA. “Estamos nos empenhando muito com eles para que acreditem que são capazes e podem conquistar o que desejarem. Não é porque passou um pouco da idade que vão ficar pelo caminho, sempre é tempo de aprender. Os trabalhos estão lindos e estamos preparando tudo com muito carinho”, diz Danielle. Uma das alunas mais idosas da EJA é a dona Licy Gomes de Souza, que estuda na Olga Linhares. Ela fez 83 anos e ganhou uma festa surpresa na escola, com a presença do secretário de Educação Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres. Ela é uma das que via participar da ExpoEJA. “É uma das mais animadas com a mostra”, complementa Danielle.

7 visualizações