top of page

Ano letivo inicia na Rede Municipal com Família na Escola


Joguinhos pedagógicos, contação de história, pintura e desenhos. Dessa forma, os cerca de 400 alunos da Escola Municipal Castelo Branco, na Pecuária, foram recepcionados na manhã desta segunda-feira (06), no início do ano letivo escolar. Ao todo, 151 escolas e 80 creches iniciaram as atividades com aproximadamente 54 mil alunos que voltaram para as salas de aulas, após as férias. A diretora Pedagógica da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Tânia Alberto, explicou que nesta primeira semana os professores estão fazendo anamnese nas unidades escolares, ou seja, conversando com os pais e fazendo uma espécie de diagnóstico para saber como esse aluno está retornando ou chegando à escola. “É um trabalho do Projeto Família na Escola (PFE) no qual estamos aproximando cada vez mais a família da unidade escolar para que participem dos projetos e da vida dos filhos. Este ano, já temos o desafio de seguir a nova matriz curricular que passa de 23h para 30h no Ensino Fundamental (anos finais) da rede municipal de ensino. Desta forma, os estudantes do 6º ao 9º ano de escolaridade permanecerão por mais 7 horas na escola por semana. Estamos trabalhando intensamente desde janeiro para receber os nossos alunos de forma suave e acolhedora. Tivemos um número expressivo de matrícula e isso se explica pela confiança que os pais estão depositando em nossa rede municipal e ainda pela dificuldade econômica que muitos pais enfrentam retirando os filhos das escolas particulares e colocando na escola pública”, explicou Tânia.

A professora Elisabeth Silva Pecly estava animada para o ano letivo. Ela dá aula no Pré-III e tem 19 alunos na turma. “Estamos trabalhando com rodinha de conversa e joguinhos para que eles possam se conhecer e criar uma interação nesse primeiro dia de aula. Esperamos que seja um ano tranquilo e que todos possam aprender da melhor forma. Já estava sentindo falta das crianças e das histórias que eles contam quando retornam à escola”, disse Elisabeth. Aluno da Castelo Branco, Bernardo Arantes, era um dos mais animados. Apaixonado por música, ele levou um violão de brinquedo e estava contornando as letrinhas do alfabeto, uma das primeiras atividades do dia. “Eu estava muito ansioso para voltar e rever meus amigos. Gosto muito daqui, das aulas na brinquedoteca e nos laboratórios. Gosto muito de aprender e quero ser cantor quando crescer”, contou Bernardo. Diretora da Escola Branca Peçanha no Parque Santa Rosa, Neilce Faquer explicou como foi o primeiro dia letivo na unidade, que atende cerca de 1 mil alunos, do pré-II ao 5° ano de escolaridade. "Todos os professores criaram os grupos de WhatsApp com suas turminhas e estão ligando para os pais pessoalmente para fazer o agendamento de modo que eles venham fazer a anamnese, por meio da qual será possível obtermos as principais informações a respeito daquela família. Na nossa escola, os pais são recebidos pela equipe pedagógica, direção e professores. Vamos de sala em sala e já colocamos a nossa equipe à disposição da comunidade escolar. Os pais estão adorando pois estão conhecendo não somente os professores, mas também a sala onde a criança vai estudar. Ao mesmo tempo, já estamos fazendo a ficha diagnóstica com cada criança para saber o grau de escolaridade em que se encontram, o que vai nortear o trabalho dos professores ao longo deste ano", informou Neilce.


36 visualizações

Comments


bottom of page