Associação de Ponta da Lama, escola e FMIJ lançam Projeto Cinema na Escola


Através de uma parceria com a Diretoria de Serviços e Programas da Fundação Municipal da Infância e Juventude (FMIJ), a Associação Quilombola Bairro Unido e a Escola Municipal Alcebíades Candiano, na Estrada de Dores de Macabu, em Ponta da Lama, iniciam na próxima segunda-feira (04), a partir das 8h, o Projeto Cinema na Escola. Neste primeiro dia, serão abordados temas como inclusão social e respeito às diferenças nos três filmes que serão exibidos. Também estarão participando o Conselho Tutelar, Programa FortaleSer, completando os pilares do projeto. Neste sábado (02), é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Entre os filmes exibidos, estão o curta metragem “Cordas”, que aborda narra a amizade entre Maria, uma garotinha muito especial e Nicolás, seu novo colega de classe, que sofre de paralisia cerebral. O filme é uma lição de amor, amizade e respeito às diferenças. “A personagem Maria leva para a vida o aprendizado que teve com o amigo e se transforma em professora”, diz o presidente da associação, Iago Pessanha dos Santos. Outro filme exibido será “Preconceito não”, da Turma da Mônica, além de outro sobre preconceito racial. “Queremos mostrar aos alunos que todos são iguais e que não há ninguém melhor do que ninguém”. - Nossa expectativa é fazer com que o aluno entenda o que é inclusão social e como ela pode transformar a vida deles dentro e fora da sala de aula. Queremos incentivar também o respeito que devem ter ao próximo, a empatia e mostrar que gentileza, gera gentileza - explica o presidente da associação, lembrando que a intenção é atingir as crianças e suas famílias. Segundo o presidente da associação, a expectativa é fazer com que as crianças entendam o que é inclusão e de que forma impacta na vida das pessoas. “A gente acredita que as mensagens serão fundamentais para que eles levem essa experiência para a vida. É fundamental acender aquela luzinha porque nessa escola temos autistas. - Também serão lançados os cursos profissionalizantes como curso de barbeiro, agricultura familiar e manicure, que serão ministrados dentro da própria instituição de ensino, através da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia - finaliza o presidente da associação.

11 visualizações