Aula inaugural do Programa Municipal de Apoio à Economia Criativa




As atividades do Programa Municipal de Apoio à Economia Criativa, da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), tiveram início na noite desta quinta-feira (3), com uma aula inaugural na sede da TEC Incubadora, que fica na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). A primeira palestra foi ministrada pela coordenadora do Curso de Plano de Negócios de Economia Criativa, ligada à Tec, parceira do programa, Mariana Fagundes.


A Seduct divulgou o resultado final do Edital 07/2022, referente ao Programa, no diário oficial do município no dia 24 de outubro com a lista dos classificados, que se tornaram bolsistas empreendedores. O jornalista e escritor, Wesley Machado, foi um deles e contou como surgiu a ideia de lançar um projeto de uma editora de livros, com apoio da Prefeitura.


"Eu tenho alguns livros lançados, que eu mesmo editei e, a partir da minha experiência na edição dos meus próprios livros, passei a colaborar na edição de livros de amigos, incluindo algumas coletâneas. Percebi que muitas pessoas tem o sonho de publicar um livro e resolvi profissionalizar este trabalho de produção de um livro com a Editora Campista, projeto que foi selecionado no edital de Economia Criativa da Seduct com a Tec. Esta iniciativa de apoiar os empreendedores é excelente. É uma grande oportunidade e estou muito feliz em participar desta mentoria para desenvolver o meu projeto da Editora Campista", afirmou Wesley.

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, informou que as bolsas terão valor unitário de R$1.100,00 por mês, pagas aos empreendedores 1 e 2 da equipe, ou seja, R$ 2.200,00 por projeto. Os recursos serão pagos aos bolsistas em 4 parcelas, mensalmente.

“Foram selecionados 10 projetos com propostas enquadradas em diferentes modalidades temáticas: Céramique Pratos e Utensílios de Cerâmica, Caiana Slow Fashion, Cidade da Criança em Metaverso, Human, Editora Campista, Ateliê Modelo para Qualificação de Profissionais Técnicos em Moda, Memória Literária: Patrimônio Cultural e Ambiental de Campos dos Goytacazes, G- Way Academy, INTERIORIZA: startup de interiorização de festivais criativos e Uzze Loft Aposte na Moda”, disse. Acesse aqui a lista dos contemplados.




A gerente de Articulação de Projetos da Seduct, Adriana Crespo, acrescentou que a Economia Criativa estimula a geração de renda, cria empregos e oportunidades, e promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano.

“Vamos oferecer duas bolsas por projeto e cada bolsa custa R$ 1.100,00. Isso significa que cada projeto vai receber R$ 2.200 mensais, durante 4 meses. Ou seja, são quase R$ 9 mil reais em quatro meses. Os aprovados vão fazer um investimento de apenas R$ 2 mil reais para se capacitarem no curso de plano de negócios que a Tec Incubadora está oferecendo, restando, ainda R$ 6.800,00 para o projeto. É uma grande oportunidade que a Prefeitura está concedendo por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia”, explicou Adriana.

Economia Criativa está relacionada a tudo que se assiste, ouve e interage. Ou seja, tudo que é compreendido como obra da criatividade humana e pode servir como ferramenta para o desenvolvimento econômico e social de territórios. “É a área da economia da cultura que abrange os ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade, cultura e capital intelectual como insumos primários. Ela estimula a geração de renda, cria empregos e oportunidades, e promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano”, informou Marcelo.

Mariana Fagundes acrescentou: "Estou muito honrada de retomar as aulas desse Programa que tem o objetivo de capacitar e trazer incentivo a negócios criativos do nosso município".



80 visualizações