top of page

Aula prática do Projeto Reciclar na Rede no aterro sanitário de Conselheiro Josino





Alunos do 4º e 5º ano da Escola Municipal Maria Lúcia, do Parque Turfe Clube, tiveram uma manhã diferente nesta segunda-feira (4). Eles conheceram o "caminho do lixo" visitando o local de recebimento e transbordo, na Codin, e em seguida, o aterro sanitário de Conselheiro Josino. Essa foi uma das aulas práticas do projeto Reciclar na Rede, realizado na rede municipal de ensino pela Secretaria de Educação Ciência e Tecnologia (Seduct).



Na área de recebimento e transbordo as crianças puderam ver de perto como é realizado o trabalho de separação do lixo reciclável e não reciclável. No local, funcionam duas cooperativas, que recebem cerca de 10 mil toneladas por dia.





A coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Seduct, Ísis Vivório, explicou que o caminho do lixo é aquele percorrido pelo lixo da cidade até chegar no Aterro Sanitário de Conselheiro Josino.


"Apresentamos as cooperativas Nova Esperança e Renascer e os alunos visualizaram onde chegam os resíduos reciclados que eles separam na sua escola. E também visualizam que quando não separam dá um trabalhão para os trabalhadores das cooperativas", ressaltou Ísis.


Responsável pelas visitas do aterro sanitário, a auxiliar de engenharia, Beatriz Peixoto, explicou que durante o passeio as crianças conhecem como é feito o tratamento do chorume, a compactação dos rejeitos e a termelétrica.


"Eles também visitaram a estação de tratamento do chorume e observam esse material bruto e o tratado. Após tratado, o chorume se transforma em água limpa que é usada para molhar as plantações. Esse trabalho é muito importante porque ajuda na educação ambiental e forma agentes multiplicadores", afirmou Beatriz.


Os alunos aprovaram a visita. "Eu gostei muito da visita. Aprendi a não jogar lixo na rua e a cuidar melhor dele, como por exemplo, separar os recicláveis", disse Daniel Asaph. Maria Vitória Ribeiro concordou com o colega Daniel. "Foi muito bom. Aprendi coisas que não sabia em relação à coleta e à reciclagem do lixo", finalizou a aluna.





PROJETO


Aproximadamente 33 escolas estão sendo contempladas com o Projeto, realizado por meio do Programa Municipal de Meio Ambiente (ProMEA), que integra as Secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia; Serviços Públicos; Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente, através da Subsecretaria de Meio Ambiente; e Vital Engenharia.


No ano passado, foram recolhidos cerca de 27.350 contêineres de lixo reciclável, por meio da ação de mais de 15 mil alunos beneficiados em 23 escolas municipais. O objetivo do projeto é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.



Saiba mais


Reciclar na Rede inicia plantio de árvores nas escolas municipais





17 visualizações
bottom of page