Aulas presenciais avançarão para mais de 50 mil alunos na próxima segunda-feira




O prefeito Wladimir Garotinho vistoriou, nesta sexta-feira (04), oito unidades escolares que estão em fase final de manutenção, acompanhado do secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres; equipe técnica; e do vereador Juninho Virgílio, e de equipe técnica. O objetivo foi fiscalizar os reparos realizados em escolas e creches, que ficaram quatro anos abandonadas e em estado de sucateamento. Ele afirmou que as aulas presenciais vão avançar para os cerca de 54 mil alunos na próxima segunda-feira (07).


O prefeito adiantou que, na próxima semana, vai anunciar como se dará a equiparação salarial dos professores da rede municipal de ensino com o piso nacional. Também destacou que Campos deverá seguir a recomendação do Estado do Rio de Janeiro no sentido de desobrigar o uso da máscara no âmbito do município. A medida vai acontecer somente se o quadro epidemiológico da cidade permitir e se não houver aumento de casos de covid-19 nos próximos 15 dias.



“A tendência é que Campos retire e obrigatoriedade de máscaras. Mas vamos observar o que vai acontecer nas próximas semanas, com o avanço das aulas presenciais na rede municipal de ensino. Vamos abrir todas as unidades escolares a partir da próxima segunda. As que não receberam manutenção ainda vão receber nos próximos dias. A comunidade escolar pode ficar tranquila. A Creche Marthin Luter King, por exemplo, começa a manutenção segunda-feira. Centenas de empregos estão sendo gerados a partir desse mutirão de manutenção que estamos fazendo, após anos de abandono e sucateamento”, informou o chefe do Executivo.


As unidades visitadas foram: Creche João Batista Veiga, Custodópolis; Creche Grevi Siqueira, Custodópolis; Creche Gilberto do Espírito Santo Amaral, Codin; Creche Gandur Assed, Terra Prometida; Creche Parque Guarus; Escola Custódio Generoso Vieira, Parque Prazeres; Escola Lions 1, Parque São Jorge; e Creche Marthin Luter King, Novo Eldorado.


A diretora da Creche Grevi Siqueira, Simone Monteiro, afirmou que a unidade não recebe reforma há mais de 10 anos. "Há quanto tempo a gente espera por uma manutenção como essa. Estou há 16 anos na rede, e nove como diretora. Eu acredito muito no secretário Marcelo Feres e na proposta dele que não é somente para agora, e sim a médio e longo prazo. Ele está mexendo na estrutura da educação e isso causa incômodos no início, mas somos Educação e temos que acreditar no prefeito e no nosso secretário. O projeto deles é pela Educação. Estamos vivendo um novo tempo, após termos ficado estagnados por quatro anos”, disse.



Simone falou, ainda, sobre a qualidade dos serviços. “Estou fiscalizando a manutenção, pois queremos tudo da melhor forma possível para nossos pequenos. A equipe é nota dez, os funcionários da obra são parceiros, estão fazendo tudo direitinho. Estamos esperançosos, pois esse novo tempo chegou e agora estamos realmente acreditando que a educação ilumina vidas. Queremos um local salubre para os nossos pequenos”, finalizou.


Marcelo acrescentou que, neste ano, vai criar um Grupo de Trabalho formado por auxiliares de turma, para ouvir as prioridades desses profissionais, a fim de que sejam incluídos no Programa de Valorização dos Servidores da Educação. Ele presentou as unidades visitadas com um kit composto de projetor de imagens, calculadora e outros itens, em parceria com a Receita Federal do Brasil.


“Desde o ano passado, demos início ao processo de licitação para aquisição de novas mobílias, merenda escolar, manutenção, etc. Após termos cumprido todo processo burocrático, inerente à administração pública - que muitas vezes não é tão rápido como gostaríamos - estamos começando a colher os frutos do que temos plantado”, afirmou o secretário.



Diretora mais antiga em atividade, Sueli Siqueira está há mais de 50 anos na rede e afirmou que a manutenção é de excelente qualidade. “Passou da nossa expectativa, a manutenção está muito boa, me surpreendi muito. Dediquei minha vida toda nessa escola, a alegria hoje é muito grande, esperei tanto tempo por isso. Amo essa unidade e estamos vendo que as coisas estão acontecendo, estão mudando. Estou amando essa obra, fizeram não apenas as prioridades, foram muito além. Não esperava tanto e de uma forma tão rápida. Vamos receber nossas crianças com tudo limpo e lindo”.

18 visualizações