Brinquedos adaptados começam a chegar na Cidade da Criança


Respeito, empatia, inclusão e diversidade. Essas não são apenas palavras da moda, mas representam a nova fase da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), que está se refletindo na Cidade da Criança Zilda Arns, reaberta ao público na última quarta-feira (12), Dia das Crianças. Os primeiros brinquedos infantis adaptados para pessoas com necessidades especiais já chegaram no parque: a gangorra e o balanço. Eles serão instalados a partir de segunda-feira (17). São equipamentos de inclusão social, que garantem segurança a esse público, acesso ao lazer e convivência com crianças típicas e atípicas. No primeiro final de semana após a reabertura, centenas de crianças aproveitaram o sábado de sol e correram pro espaço para garantir a diversão em família. O secretário de Educação, Marcelo Feres, acompanhou as ações de perto e entrou na brincadeira com os pequenos.

“Estamos inaugurando um novo tempo em Campos, onde a inclusão é encarada como política pública de verdade, como um projeto que não pode mais voltar atrás. A inclusão é um direito de todos e nós estamos fazendo acontecer, de fato, por determinação do prefeito Wladimir Garotinho, que tem exigido isso de todo seu secretariado. Agora estamos oferecendo aqui não apenas um parque temático, mas um Centro de Lazer, Educação e Convivência Inclusiva”, afirmou o secretário. Renata Ribeiro levou a filha de 2 anos, Ana Júlia, para brincar neste sábado e ficou encantada com a organização e variedade de opções de brinquedos. “Não imaginava que fosse encontrar tanta coisa legal. Estava ansiosa para vir aqui, pois é a primeira vez da minha filha na Cidade da Criança. Ela não quer mais ir embora e adorou as brincadeiras e o parquinho. Parabéns pra Prefeitura”, comentou.

Igor Freitas e o filho Enzo, de 6 anos, também aprovaram. “Fez muita falta esse lugar durante o tempo que ficou fechado. Voltou ainda melhor e com mais atrações. Valeu a pena!”, destacou. Durante todo o mês de outubro, a entrada no parque será gratuita. Aos sábados, domingos e feriados, a entrada é liberada para acesso aos brinquedos das 8h às 17h para todos os públicos. Durante a semana, a entrada é permitida somente para as escolas e creches municipais previamente agendadas, de terça a sexta-feira, das 8h às 17h. Nesses dias, acontecerão as atividades da Escola de Aprendizagem Inclusiva, com atividades de reforço escolar, atendimento terapêutico, cursos, oficinas, palestras, entre outras ações voltadas para alunos, profissionais da Educação e familiares dos estudantes. Segunda-feira o local fica fechado para limpeza e manutenção. As crianças de até 12 anos de idade somente podem entrar e sair do parque acompanhadas dos pais ou responsáveis, conforme regulamento da Cidade da Criança.




10 visualizações