top of page

Capacitação em Primeiros Socorros para Profissionais da Educação com vagas abertas




A Escola de Formação dos Educadores Municipais (Efem), ligada à Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), abriu novas vagas para o Curso de Primeiros Socorros voltado aos profissionais da Educação da rede municipal. No próximo mês, serão três encontros na sede da Efem: 04, 08 e 11 de dezembro, das 8h às 12h. A capacitação acontece em parceria com a Faculdade de Medicina de Campos (FMC). Para se inscrever, acesse aqui.


Neste mês de novembro, a formação está contemplando, também, os profissionais da Creche Parque imperial e Creche Dom Helder Câmara, na Pecuária, nas próprias unidades escolares. Desde o ano passado, centenas de profissionais de cerca de 30 unidades municipais, em diversos bairros e distritos, foram beneficiados, como Tapera, Donana, Novo Jóquei, Nova Canaã, Boa Vista, Tocos, São Sebastião, Codin, Penha, Santa Cruz e Aldeia, por exemplo.





Segundo o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, a capacitação tem sido essencial para garantir mais segurança aos alunos e vem ajudando os profissionais a se preparem para situações delicadas envolvendo, principalmente, crianças, que podem ocorrer não somente no ambiente escolar, mas também na família, como engasgos e sufocamentos.


“A parceria com a Faculdade visa possibilitar que os professores consigam agir em situações emergenciais até a chegada da assistência médica especializada nas unidades, evitando óbitos. Além disso, nosso Programa Saúde na Escola (PSE) também está desenvolvendo o trabalho em paralelo em outras unidades escolares. Com isso, estamos garantindo o cumprimento da Lei Lucas”, disse o secretário.




Professor do Curso, Igor Leal Pena acrescentou que a parceria é extremamente importante tanto para as escolas atendidas, para os profissionais da educação e, também, para os acadêmicos, pois cria um ambiente de ensino para os alunos da FMC. Ele é enfermeiro sanitarista, especialista em Saúde Pública com Ênfase em Programa Saúde da Família, e mestre em Gestão em Cuidados de Saúde.


“Os primeiros socorros desempenham um papel fundamental nas creches, pois garantem a segurança e o bem-estar das crianças. Em um ambiente onde os pequenos estão constantemente explorando e interagindo, lesões e situações de emergência podem ocorrer a qualquer momento. A capacidade de agir rapidamente e fornecer cuidados básicos pode fazer a diferença entre um incidente menor e uma situação grave”, disse Igor.



Segundo ele, os primeiros socorros nas creches não se limitam apenas a lesões físicas, mas também abrangem situações como engasgamento, alergias e crises de saúde súbitas. “Os profissionais que cuidam das crianças devem estar preparados para lidar com uma variedade de cenários, garantindo que a resposta seja apropriada e eficaz. Além de garantir a segurança imediata, os primeiros socorros também transmitem uma sensação de segurança aos pais, mostrando que a escola está comprometida em cuidar de seus filhos da melhor maneira possível. Portanto, o treinamento e a presença de kits de primeiros socorros bem equipados são aspectos essenciais para manter a qualidade e a confiabilidade das creches”, destacou.


Para ele, a participação de estudantes de medicina em treinamentos de primeiros socorros é de extrema importância por diversas razões. “Garante a preparação para a prática médica, aumento da confiança, aplicação prática do conhecimento, contribuição para a comunidade, compreensão da importância da prevenção, etc”, informou o professor.


São tratados temas como parada cardiorrespiratória na criança, bebê e no adulto, choque elétrico, engasgos, queimaduras, convulsões, ensinamos manobras para os professores das creches, entre outros. “Nos baseamos na Lei Lucas que orienta os estados e municípios a realizarem esse tipo de treinamento para os professores da rede básica de ensino”, concluiu Igor.


41 visualizações

Commentaires


bottom of page