top of page

Casa nova: 14 animais adotados na Cidade da Criança




Em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), a Cidade da Criança Zilda Arns promoveu uma feira de adoção de animais no sábado (4) e domingo (5). Ao todo, 14 animais abandonados, de diferentes portes, sendo 10 cães e 4 gatos, receberam um novo lar e uma nova família. Todos já estavam castrados, vacinados e vermifugados. O sucesso foi tanto que duas novas datas já foram marcadas e o evento será repetido em 25 e 26 de fevereiro e nos dias 4 e 5 de março. O objetivo é chamar atenção para o tema da adoção responsável e dar aos pets uma oportunidade de serem cuidados e amados.




Leandro Caetano foi um dos que acolheram um cãozinho em sua família e já o batizou de Snoopy. "Infelizmente, perdemos duas cachorrinhas aqui em casa em pouco tempo. Uma há apenas três meses. A outra estava bem velhinha já. Ficamos apenas com uma e, por isso, pegamos mais um cãozinho para fazer companhia e ela não ficar triste. A adaptação em casa está sendo muito boa. Achei essa ação muito legal", disse.


Além disso, uma exposição de aves exóticas também marcou o final de semana, com palestra do criador amador de aves, Sandro Macabu, filiado ao Clube Ornitológico de Itaperuna que, por sua vez, é cadastrado na Federação Ornitológica do Brasil. A proposta foi conscientizar a população sobre a preservação das aves, que são legalizadas para serem domesticadas.


“As duas atrações tiveram entrada gratuita e foi um grande sucesso. A bicharada alegrou o final de semana e, mais uma vez, a Cidade da Criança ficou lotada de famílias campistas e visitantes. Dezenas de pessoas também doaram um quilo de ração para os animais, cujo material foi encaminhado para Organizações Não Governamentais (Ongs) da cidade que cuidam de animais abandonados. Quem perdeu a oportunidade, pode entrar em contato com o CCZ para adotar seu animal de estimação, pois o trabalho continua”, disse o secretario de Educação, Marcelo Feres.


Segundo a diretora da Cidade da Criança, Luzitânia Xavier, a feira de adoção de animais é uma alternativa encontrada pelo CCZ para partilhar com a população a necessidade de cuidar dos animais dando-lhes carinho, amor, alimentação e vacinação correta para evitar a transmissão da raiva. "As férias da meninada têm sido bem animadas na Cidade da Criança, o parque tem ficado cheio, repleto de alegria, com muita diversão para pais e as crianças. Todo mundo bem animado com tanta diversão. Finalizamos mais um final de semana com chave de ouro!", disse Luzitânia.




Já o criador Sandro destacou que a presença de animais em casa, agrada não somente crianças, mas também os pais. "Os pets ajudam a criar um senso de responsabilidade e compromisso nas crianças, pois elas precisam alimentar os bichinhos e não apenas brincar com eles. O contato com as aves ajuda bastante no desenvolvimento social. Minha própria filha era muito tímida e as aves ajudaram ela a desenvolver uma maior interação", explicou.




Ele contou que tem uma criação individual de aves ornamentais e exóticas. "Me apaixonei por aves e hoje tenho esse hobby de fazer esse trabalho voltado para crianças em exposições. Tem sido uma experiência única pra elas e pra mim. São momentos mágicos. Vemos pela fisionomia das crianças que demonstram imensa alegria quando tocam nas aves. Muitos nunca viram pássaros fora de uma gaiola. As aves são especiais e interagem super bem com os seres humanos, desde que sejam criados da forma correta, pois se tornam super dóceis. Já fizemos outra exposição no Jardim São Benedito e em outros locais", destacou.


Morador de Barcelos, distrito de São João da Barra, Gean dos Santos levou seus dois filhos, de 6 e 7 anos de idade, para o evento e garantiu que toda a família aprovou. "Eu e minha família gostamos muito! Meus filhos amaram brincar com os pássaros e queriam levar para casa. Foi muito legal, eles interagiram e se divertiram bastante", confirmou.




48 visualizações

Comentarios


bottom of page