top of page

Cerimônia de boas-vindas aos 54 participantes do Programa Mais Ciência na próxima terça-feira





A cerimônia de boas-vindas aos novos participantes do Programa Mais Ciência foi adiada para a próxima terça-feira (12), às 9h. Trata-se do Programa Municipal de Bolsas de Iniciação Científica, Iniciação Tecnológica e de Extensão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct). O evento vai acontecer no Centro de Convenções da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e reunirá professores orientadores e alunos bolsistas para uma manhã de apresentações, informações e troca de experiências sobre o Programa.


‌A gerente de Programas e Parcerias da Seduct e coordenadora do Mais Ciência, Leonora Tinoco, explicou que diferente dos anos anteriores quando o Termo de Outorga era entregue pessoalmente, desta vez, a ideia é fazer algo mais dinâmico com informações acerca do programa, suas etapas e ainda com os integrantes podendo falar sobre suas experiências, dando sugestões e tirando as dúvidas.


‌“Quero dar oportunidade deles se manifestarem, principalmente quem já participou de edições anteriores. Ouvir é importante para que a gente possa realizar possíveis ajustes, esclarecer dúvidas ou até mesmo trazer um olhar diferente para o programa. Essa já é a quarta edição do Mais Ciência e tivemos um recorde de inscrições este ano, com 120 projetos acadêmicos submetidos e 54 aprovados. Alguns projetos são de continuidade e já estão com diversas atividades em andamento em suas respectivas secretarias. Este ciclo teve início agora, neste mês de fevereiro, e vai até dezembro”, resume Leonora.


‌Os participantes do Mais Ciência são estudantes do ensino superior, de universidades públicas e privadas de Campos, que receberão bolsas de R$ 700/mês, além de taxa de bancada para o professor orientador de R$ 1.500,00. Neste ciclo, a Secretaria aumentou o valor da bolsa equiparando com a tabela do CNPq e de demais órgãos de fomento estaduais e federais.


‌O objetivo do programa é apoiar por meio da concessão de bolsas e de taxas de bancada, o desenvolvimento de projetos acadêmicos de interesse das secretarias, subsecretarias e demais órgãos da Prefeitura, contribuindo para a formação dos estudantes universitários e articulando as pesquisas científicas com o processo de desenvolvimento socioeconômico do município.




OPORTUNIDADE - Através do projeto “Cartilha sobre os usos do cinema brasileiro nas escolas municipais de Campos dos Goytacazes”, o sociólogo e professor do Uniflu, Dr. Heitor Benjamim Campos, participa do Mais Ciência pela segunda vez. Ele conta que o programa o ajudou a realizar um sonho que acalentava há 15 anos, que era utilizar recursos audiovisuais em sua unidade escolar.


‌“Lembro de uma vez que a ausência de uma simples tomada impossibilitou a exibição de um filme para os alunos. Hoje, estamos no segundo ano de um projeto do curso de Direito do Uniflu que elaborou uma cartilha voltada para os professores das escolas municipais de Campos sobre as formas mais adequadas da exibição no ambiente escolar e a importância das produções nacionais no cumprimento da Lei 13.006, que torna obrigatória a exibição de obras brasileiras na Educação Básica. Estamos trabalhando junto a outras iniciativas do Governo Municipal que tem levado cinema itinerante a localidades distantes da região central e para a população que nem sempre pode pagar para assistir a um filme numa sala de exibição comercial. E pelo nível das pesquisas que pude acompanhar nesses dois anos, eu e meus alunos estamos muito conscientes do impacto direto que o Mais Ciência tem no desenvolvimento regional de nosso município”, finalizou o professor.


30 visualizações

Comments


bottom of page