Cerimônia de premiação dos projetos selecionados nas Feiras de Ciências


Dez unidades escolares da rede municipal de ensino participaram, nesta terça-feira (22), da cerimônia de premiação dos 12 projetos selecionados durante a IX Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), realizada em outubro, no Jardim São Benedito. A entrega dos prêmios aconteceu hoje na Universidade Estácio de Sá, com a presença do secretário de Educação, Marcelo Feres; e da subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora. A Semana Nacional foi promovida pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, com participação de cerca de 80 órgãos e mais de 200 atividades propostas.



Não somente os alunos foram premiados, mas também os professores orientadores e colaboradores, com troféus, medalhas, projetores portáteis, copos ecológicos, pen drives, além dos certificados de participação. Os projetos selecionados participaram da VIII Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação, e da III Feira de Ciências dos Anos Iniciais, que aconteceram dentro da programação da SNCT.




Confira abaixo a lista dos contemplados e os temas


Projetos selecionados nas Feiras de Ciências
.pdf
Download PDF • 316KB


Os projetos foram avaliados por uma banca julgadora formada por 5 membros, sendo professores de Ciências com mestrado e doutorado. Suzana deu as boas-vindas ao grupo.


“Vocês estão colhendo os frutos de tudo que estão plantando, e estão aqui porque merecem e se esforçaram. Se chegaram até aqui é porque tiveram força de vontade e muita perseverança. Também sou pesquisadora e sei bem como é isso. Promover ciência não é fácil. Parabéns a todos os professores e demais profissionais das escolas por essa conquista”, discursou a subsecretária.



Marcelo destacou que várias ações estão sendo implantadas na rede municipal para favorecer a produção da ciência e tecnologia. “Hoje nós temos uma Subsecretaria de Ciência e Tecnologia na Educação. Desejamos que vocês consigam transformar o conhecimento experimentado em algo que possa ser traduzido em aprendizagem. A ciência está na nossa vida todo dia, até quando a gente está dormindo. Não há limite para o conhecimento e, por isso, estamos investindo em robótica, pois o trabalho do futuro será diferente, será totalmente digital. E vamos continuar investindo. Além disso, o prefeito Wladimir Garotinho fez um decreto para que a Semana Nacional aconteça todo ano, seguindo os parâmetros nacionais. Nossa gratidão aos professores que colaboraram com esse processo, sabemos como é difícil fazer ciência na escola pública. Fazer ciência é aprender para além da memorização, é estimular a aprendizagem colaborativa, a criatividade, a capacidade de resiliência”, afirmou o secretário.



A professora Magda Narcisa, do 5º ano da Escola Manoel Ribeiro do Nascimento, Tapera, declarou: “Agradeço a Deus por ter nos dado a chance de chegarmos até aqui e ao professor Marcelo por esses laboratórios de ciências, matemática e robótica que recebemos nas escolas, eles vieram fazer a diferença. Eu estou deslumbrada com tudo que tenho visto nesse ano. Agradeço também à nossa diretora e vice-diretora, que nunca desistiram dos nossos alunos. Em momento nenhum deixaram que a gente esmorecesse. Muito obrigada pelo cuidado carinho e respeito pelos nossos alunos. E aos pais que estiveram todo o tempo conosco sem desistir”, disse.



Giselle da Silva Almeida é professora do 4º ano na mesma unidade e também agradeceu. “Gratidão pela oportunidade. Foram muitos desafios durante a pandemia e no retorno à aula presencial. Muitos professores transformaram a sala de sua casa em sala de aula. A gente encontrou uma realidade distinta e precisamos nos reinventar nos últimos três anos. Receber o laboratório de robótica reafirmou que a educação é transformadora sim. O lúdico e o concreto se completam. Estou vivenciado no dia a dia o quanto tem sido mais prazeroso estudar e mais fácil codificar esse conhecimento, por meio da robótica que recebemos este ano. Ficou muito mais fácil estudar, por exemplos, meios de transporte e sistema solar. Agradeço à Secretaria de Educação”, comentou.


Thiago Weitzel, professor da Escola Municipal Clóvis Tavares, Pq Esplanada, acrescentou: “Esses laboratórios chegaram em boa hora e despertaram a vontade dos nossos alunos em fazer ciência, e hoje estão aqui recebendo a menção honrosa pelo trabalho desenvolvido na Semana Nacional. Os alunos foram estimulados e agradeço à Secretaria de Educação por adquirir esse material e despertá-los. Eu nunca tinha visto antes essa vontade neles, e estou na rede há 12 anos. A feira desse ano foi diferente. A Secretaria está de parabéns”.



A aluna Maria Sophia, da Tapeta, disse: “Não vou esquecer nunca desse dia, vai ficar marcado na minha história, foi um trabalho maravilhoso. Eu amo vocês professores”. Sua colega Maria Clara também agradeceu: “Obrigada pela oportunidade de estar aqui. Amo de paixão nossas diretoras e professoras maravilhosas”. Maria Victória acrescentou: “Estamos muito felizes de coração, levaremos esse dia para sempre nas nossas vidas. Eu sou tapera e eu estou feliz”.




178 visualizações