Cidade da Criança: entrada gratuita durante o mês de outubro



As crianças e adolescentes de Campos ganharam de volta mais uma opção de lazer: o parque da Cidade da Criança Zilda Arns, que está com entrada gratuita durante todo o mês de outubro. Aos sábados, domingos e feriados, a entrada é liberada para acesso aos brinquedos das 8h às 17h para todos os públicos. Neste final de semana não está sendo diferente.


Animadores Culturais da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) estão garantindo a alegria da garotada com oficinas de mandala e com o projeto Aprende Fazendo, que oferta atividades propícias ao desenvolvimento da habilidade motora fina com as duas mãos; percepção visual, social e motora; bem como capacidade de sequenciação de movimentos.



Durante a semana, o acesso é permitido somente para as escolas e creches municipais previamente agendadas pela Escola de Aprendizagem Inclusiva, cujas atividades acontecerão de terça a sexta-feira. Às segundas-feiras, o local fica fechado para limpeza e manutenção.

São muitas as atrações e as novidades do parque: navio de madeira, torre para escalada, bancos lúdicos; quiosques em formato de casquinha de sorvete, frutas, hambúrguer, máquina fotográfica e pipoca; pista de circuito mirim, ciclovia e área interativa com animais em resina em tamanho natural; jardim sensorial, novos playgrounds, e a famosa fonte interativa com águas dançantes, que é acionada de hora em hora, para garantir que nenhuma criança fique sem se divertir.

De acordo com o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, as crianças de até 12 anos de idade somente podem entrar e sair do espaço acompanhadas dos pais ou responsáveis, conforme regulamento da Cidade da Criança.


“Além dos monitores que ajudam a organizar a entrada e a saída das crianças dos brinquedos, a equipe do Departamento de Animação Cultural da Secretaria de Educação está novamente presente no parque nesse final de semana para proporcionar momentos de alegria, interação e boas memórias junto às famílias”, garantiu Marcelo.

Localizado no antigo Parque Alzira Vargas, na Avenida 28 de Março, o espaço temático recebeu manutenção geral e recuperação dos equipamentos. Além disso, deixou de ser apenas um parque, para se tornar um Centro de Lazer, Educação e Convivência Inclusiva, passando a ser administrado pela Seduct este ano, por meio de decreto publicado no Diário oficial do município.

O equipamento foi reaberto pelo prefeito Wladimir Garotinho e devolvido ao público em 12 de outubro, Dia das Crianças. “Nos próximos dias, os brinquedos adaptados para pessoas com deficiências, que já chegaram na Cidade da Criança, serão instalados. A gangorra e o balanço adaptados são equipamentos de inclusão social, que garantem segurança às crianças com deficiência e necessidades educacionais especiais, acesso ao lazer e convivência com crianças típicas e atípicas”, explicou Marcelo.

Ingressos - A partir de 02 de novembro, crianças com idades entre 5 e 17 anos pagarão ingresso no valor de R$5. Pessoas acima de 18 anos de idade, pagarão taxa de R$ 10 (período promocional com 50% de desconto). Para mais esclarecimentos, a Cidade da Criança está com novo número de telefone: (22) 98131-0569.





Renata Ribeiro levou a filha de 2 anos, Ana Julia, para brincar no último sábado e ficou encantada com a organização e variedade de opções de brinquedos. “Não imaginava que fosse encontrar tanta coisa legal. Estava ansiosa pra vir aqui, pois é a primeira vez da minha filha na Cidade da Criança. Ela não quer mais ir embora e adorou as brincadeiras e o parquinho. Parabéns pra Prefeitura”, comentou.


Ingressos - A partir de 02 de novembro, crianças com idades entre 5 e 17 anos pagarão ingresso no valor de R$5. Pessoas acima de 18 anos de idade, pagarão taxa de R$ 10 (período promocional com 50% de desconto). Para mais esclarecimentos, a Cidade da Criança está com novo número de telefone: (22) 98131-0569.




25 visualizações