top of page

Cidade da Criança: opção de lazer nas férias escolares





As férias escolares representam um tempo propício para o fortalecimento de vínculos, para relaxar a mente e adquirir novos conhecimentos de uma maneira divertida, além de ser um momento oportuno para o desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais e emocionais importantes. Pensando nisso, a Cidade da Criança Zilda Arns vai manter as portas abertas ao público em geral de terça a domingo, das 9h às 17h, durante o mês de janeiro. 





Às segundas-feiras, o parque não abre, pois recebe manutenção. A entrada continua gratuita. Basta levar 1kg de alimento não perecível para as famílias em vulnerabilidade social. São muitas as opções de brincadeira e o local é propício para um delicioso piquenique em família. O chafariz é acionado às 10h, 12h, 14h e 16h, para aliviar o calor e tornar as brincadeiras ainda mais divertidas. 


“Aproveitem o ambiente acolhedor e divirtam-se juntos! Preparem-se para dias de pura diversão, sorrisos e aventuras para os pequenos. Não percam a chance de criar memórias mágicas em família. Estamos ansiosos para receber todos vocês! Nosso parque temático estará aberto para proporcionar momentos inesquecíveis. Tragam suas famílias e amigos e venham fazer parte dessa nossa história”, convidou a diretora do Parque, Luzitânia Xavier.




Dentre as opções de brinquedos disponíveis para os pequenos estão quiosques em formato de casquinha de sorvete, frutas, hambúrguer, máquina fotográfica e pipoca; pista de circuito mirim, ciclovia e área interativa com animais em resina em tamanho natural; jardim sensorial, novos playgrounds, brinquedos adaptados para crianças com necessidades educacionais especiais, entre outros.


A Cidade da Criança está localizada no antigo Parque Alzira Vargas, na Avenida 28 de Março. “Traga seu pequeno explorador para o parque temático. Nossos brinquedos foram projetados para estimular a coordenação, equilíbrio e destreza dos pequenos aventureiros enquanto eles descobrem um mundo de diversão e aventura”, ressaltou Luzitânia.


132 visualizações

Comments


bottom of page