top of page

Cidade da Criança recebe Força-tarefa de Multivacinação: quem ama, vacina!



A junção da proteção e diversão estará presente mais uma vez na vacinação de crianças e adolescentes em Campos. Isso mesmo, a última ação da Força-tarefa de Multivacinação: quem ama, vacina! será neste sábado (17), na Cidade da Criança Zilda Arns, espaço de lazer garantido para a garotada. Na ocasião serão ofertadas todas as vacinas do calendário básico de rotina e contra a Covid-19. A aplicação das vacinas para o público com idade entre 2 meses e 15 anos completos, ocorrerá das 10h às 13h. Desde o início, em 22 de novembro, sete localidades já receberam as equipes da Secretaria Municipal de Saúde para a imunização das crianças e adolescentes, sendo administradas até o momento, exclusivamente nessa atividade, 1.223 doses das vacinas. O Subsecretário de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde (SUBPAV) e infectologista, Rodrigo Carneiro falou sobre a importância de os pais levarem as crianças para serem vacinadas. “Estaremos realizando nossa última atividade na nossa Força-tarefa de Multivacinação, que é uma estratégia para aumentar a cobertura vacinal de crianças com as vacinas do calendário básico. Ela será realizada na Cidade da Criança, importante por ser na área central e com grande capacidade de vacinação, então pedimos aos pais e responsáveis que tenham crianças com qualquer vacina pendente que levem seus filhos para atualizar a caderneta vacinal”, disse o infectologista. Para sábado, estarão disponíveis para crianças a partir dos 2 meses de vida as vacinas VOP (vacina pólio oral) e VIP (vacina inativada pólio), Hepatite A e B, Penta (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e poliomielite), Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), Varicela (catapora), Meningocócica ACWY, HPV quadrivalente. Também será aplicada a vacina Influenza para o público acima de 6 meses de idade. Já as vacinas contra a Covid-19 serão para aqueles que têm idade acima de 3 anos. “Essa campanha está aberta para toda população. Pedimos àqueles que puderem que levem seus filhos para serem vacinados e, com isso, diminuir o risco de doenças previamente erradicadas no município, como poliomielite e sarampo, retornem e também conseguirmos aproximar da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para o ano de 2022. As vacinas são seguras, eficazes e a melhor forma de prevenir doenças infecciosas, principalmente as transmissíveis, que elas pararem de circular e a gente proteja nossas crianças”, completou Rodrigo. Para que a criança ou o adolescente seja vacinado, pais ou responsáveis legais devem levar o documento com foto, CPF ou Cartão do SUS e a Caderneta de Vacinação do filho (s). Aqueles que irão completar o esquema vacinal contra Covid-19 também devem apresentar o comprovante da primeira dose.


6 visualizações
bottom of page