top of page

Cinema Itinerante na Escola Wilmar Cava Barros, no Jóquei, nesta sexta




Fechando o mês de setembro, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) realizará, nesta sexta-feira (29), a partir das 18h, mais uma edição do Projeto Cinema Itinerante. Dessa vez serão contempladas as famílias do Parque Jóquei Clube e bairros adjacentes. O filme DivertidaMente será exibido na Escola Municipal Wilmar Cava Barros.


Na quinta-feira (28), o Cinema estacionou no Ciep Ataíde Dias, Parque Santa Rosa. Quarta-feira (27), foi a vez do Ciep Carmem Sylvia Carneiro, Jardim Ceasa. A gestora da unidade, Juliana Gomes, falou sobre o evento:


“Foi muito prazeroso receber o cinema itinerante em nossa escola. Ver nossos alunos e comunidade tão felizes e entusiasmados nos deixou com o coração alegre e realizado. É muito gratificante notar o encantamento nos olhos das crianças, jovens e adultos com algo que talvez nos seja tão comum, mas que, para muitos, é a realização de um sonho. Realizar eventos como este no espaço escolar é uma oportunidade de chamar a comunidade para perto para que ela se sinta acolhida e entenda que faz parte da escola. É importante que a comunidade desfrute de momentos de lazer, diversão e afeto”, disse Juliana, do Ciep Carmem Carneiro.





As sessões são gratuitas e contam com distribuição de guaravita e pipoca. Na semana passada, também foi contemplada a Escola Municipal Francisco de Assis, no Matadouro. Segundo o secretário de Educação, Marcelo Feres, a apresentação visa reunir educadores, alunos e seus familiares para discutir lições como: todas as emoções importam; mudanças são inevitáveis; as crises levam ao autoconhecimento; e a importância de se expressar.


O Cinema Itinerante prioriza, de acordo com ele, a exibição de filmes que abordam assuntos que tenham foco educacional e pedagógico. O objetivo é levar o entretenimento, a cultura e o lazer às comunidades rurais do interior e bairros mais afastados do Centro da cidade, a fim de contemplar crianças que moram distante e não têm oportunidade de ir ao cinema convencional.


“A proposta é exibir filmes que possibilitem a discussão entre os estudantes e profissionais envolvidos na rede pública de ensino, como uma importante estratégia de ampliar o conhecimento dos estudantes em um território rural onde o acesso a esse tipo de entretenimento é escasso”, explicou o secretário.

45 visualizações

Comentarios


bottom of page