top of page

Cinema Itinerante na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla





Na noite desta quarta-feira (23), os moradores do Parque Santa Rosa viveram uma experiência diferente e incrível. Eles participaram de uma sessão cinematográfica do Projeto Cinema Itinerante da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct). A entrada é gratuita e para todos os públicos, com direito a pipoca e bebida. Uma grande estrutura foi montada no pátio da Escola Municipal Professora Eunícia Ferreira da Silva, que fica no bairro, e centenas de pessoas prestigiaram o evento, que promoveu a integração entre as famílias.


A ação faz parte da programação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla da secretaria. Quinta (24), o projeto vai contemplar os moradores da Baixa Campista e a estrutura será montada na Praça de São Gonçalo, em Goytacazes. Sexta (25), será a vez do Ciep Arnaldo Rosa Vianna, no Parque Aurora, e no sábado (26), o evento acontecerá no Calçadão de Travessão. As exibições são sempre às 18h.




“Achei muito legal e peço para que esse projeto permaneça no bairro, pois aqui é muito violento e muita criança acaba ficando na rua sem ter o que fazer. Essa iniciativa poderia ter aqui mais vezes”, pediu Letícia Gomes da Silva. Andrielly Ferreira Gonçalves, mãe da aluna Rillary, concordou: “Foi muito legal, deveriam repetir pois é muito bom para as crianças, elas aprendem mais assim”, sugeriu.





O filme exibido esta semana é o drama familiar “Extraordinário”, que conta a história de um garoto que nasceu com uma deformação facial, levando-o a passar por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta. Com direção de Stephen Chbosky, o longa traz no elenco Julia Roberts, Jacob Tremblay e Owen Wilson.


De acordo com o secretário de Educação, Marcelo Feres, o Cinema Itinerante prioriza a exibição de filmes que abordam assuntos que tenham foco educacional e pedagógico. Segundo ele, o objetivo é levar o entretenimento, a cultura e o lazer às comunidades rurais do interior, a fim de contemplar crianças que moram distantes do Centro da cidade e não têm oportunidade de ir ao cinema convencional.


“A proposta é exibir filmes que possibilitem a discussão entre os estudantes e profissionais envolvidos na rede pública de ensino, como uma importante estratégia de ampliar o conhecimento dos estudantes em um território rural onde o acesso a esse tipo de entretenimento é escasso”, explicou o secretário.





A programação da Semana incluiu a distribuição de novos brinquedos pedagógicos para crianças com necessidades educacionais especiais atendidas nas salas de recursos das escolas municipais e crianças atípicas e típicas da Escola de Aprendizagem Inclusiva (EAI), que funciona na Cidade da Criança Zilda Arns. Centenas de itens estão sendo ofertados visando garantir a melhoria da qualidade do ensino na rede municipal e o cumprimento do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE).


Segundo o secretário, são mais de 80 modelos de brinquedos e outros itens como ábaco aberto, ábaco de Seriação, alfabeto com Ilustrações em Libras, alfabeto em Braille, alfabeto Libras, boneco com Cela Braille, caixa tátil, conjunto aramados, conjunto com peças de encaixe geométrico, conjunto de alfabeto em sílabas, blocos de encaixar com imagens, fantoches, jogos de tabuleiro, de letras e números, quebra-cabeças com sílabas, de animais, de números; conjunto de trânsito, dominós de vários modelos, esquema corporal, jogos de bingo, de conscientização sobre recolhimento seletivo de lixo, de operações matemáticas, entre outros.




47 visualizações

Comments


bottom of page