top of page

Com matrículas abertas, EJA tem nova carga horária



Tem novidades na Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino de Campos este ano. A modalidade foi reorganizada passando a contar com tempo presencial e de estudos independentes, seguindo a nova Política Nacional da EJA, oferecendo ainda mais qualidade ao processo de ensino-aprendizagem. A partir de agora, a carga horária de estudos é de 16 horas e mais 4 horas de projeto integrador. A mudança também abrange o horário de aulas, que passa a ser das 18h30 às 21h30.


Coordenadora da EJA na Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Greice Souza explica que as novidades vão ao encontro dos interesses dos alunos, pois muitos trabalham e não estavam conseguindo assistir às aulas no horário anterior, que era de 18h às 22h, por ser mais cansativo. Ela explicou ainda que o projeto integrador vai abranger Ética, Cidadania, e Relações Humanas, além de Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo, Economia Criativa, Sustentabilidade, Educação Financeira e Fiscal.


“As matrizes da EJA foram reformuladas e agora estamos trabalhando para implantar no nosso sistema escolar as fases finais. E, através desses tópicos, vamos trabalhar temas como Cinema Brasileiro, Literatura, Cultura Popular, Museus e expressões artísticas diversas. O objetivo é aproximar também as famílias da EJA para que possam entender a importância e o valor da Educação. Estamos trabalhando para que o nosso público possa se sentir acolhido, integrado e queira cada vez mais absorver conhecimentos e estar nas salas de aula”, diz Greice.


Atualmente, a EJA tem cerca de 3 mil alunos e funciona em 23 escolas da Rede Municipal. As matrículas ainda estão abertas e quem quiser retornar para a sala de aula e concluir os estudos basta levar os documentos pessoais, comprovante de residência e a declaração da última escola que esteve matriculado. A documentação pode ser levada na escola mais próxima da residência do aluno.


“A EJA é a modalidade de ensino destinada àqueles que não puderam ou não tiveram oportunidade de frequentar a escola na idade regular. O tempo médio para conclusão é de 18 meses e a idade mínima é de 15 anos. A modalidade representa o resgate do ser humano como um todo. É a oportunidade que ele tem de voltar a sonhar, a viver e de ter de volta sua identidade. Significa a possibilidade de o aluno vivenciar a leitura, escrita e, também, de ser inserido no mercado de trabalho ou conseguir um emprego melhor”, finaliza Greice.


A diretora pedagógica da Seduct, Tânia Alberto, ressaltou que a EJA é uma política pública inclusiva que dá oportunidades aqueles que não puderam estudar na época certa.


“A gente faz um convite aos pais da nossa Rede que não tiveram seus estudos concluídos, que pensem na chance de voltar a estudar, pois isso vai contribuir para a formação de seus filhos. O objetivo da Seduct é aproximar as famílias da escola e a EJA tem essa proposta. Vários elementos novos entraram na matriz curricular facilitando o acesso e a permanência das pessoas nessa modalidade de ensino. É por isso que estamos envolvidos em nos comprometer com essa nova linha que oferece mais oportunidade de inclusão para a formação das pessoas”, finalizou Tânia.





ESCOLAS QUE OFERECEM EJA


CEMSTIAC - Centro

EM Manoel Coelho Goytacazes - Goytacazes

EM Maria Lúcia - Turfe

Francisco de Assis - Matadouro

EM Pequeno Jornaleiro - Centro

EM Prof.ª Wilmar Cava Barros – Jockey Club

EM Custódio Generoso Vieira – Parque Prazeres

Centro Educacional 29 de Maio - Pecuária

EM Amaro Prata Tavares - Centro

EM Prof. Eunícia Ferreira Da Silva - Santa Rosa

EM Albertina Azeredo Venâncio - Travessão

EM Prof. Olga Linhares Corrêa - Calabouço

CIEP Brizolão 481 Arnaldo Rosa Viana – Parque Aurora

EM Dr. Getúlio Vargas - Tocos

EM Dr. Luiz Sobral - Jardim Carioca

EM Farol de São Tomé - Farol de São Tomé

EM Lídia Leitão Albernaz - Parque Cidade Luz

EM Lulo Ferreira de Araújo - Morro do Coco

EM Carlos Chagas - Jacarandá

EM Santa Terezinha - Baixa Grande

CIEP Francisco Portela - Tocos

EM Marechal Artur da Costa e Silva – Parque Presidente Vargas

EM Mario Barroso - Ururaí

1.509 visualizações

Comentários


bottom of page