top of page

Competências Socioemocionais: um dos assuntos do 75º Fórum de Dirigentes Municipais de Educação





O 75º Fórum de Dirigentes Municipais de Educação do Rio de Janeiro terminou nesta sexta-feira (25) no Novotel Rio de Janeiro Porto Atlântico. O evento teve início quarta-feira (23) e contou com participação do secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres. A palestra “Competências Socioemocionais na Educação Integração entre o Sentir e o Aprender”, com Eduardo Shiniashyki, foi um dos destaques deste último dia. Ele é consultor organizacional, escritor, conferencista nacional e internacional, especialista em desenvolvimento das Competências de liderança organizacional, educacional e pessoal e em neurocoaching.


“Competência pessoal não depende somente de contexto nem de estratégia. Precisamos de pessoas com inteligência emocional. É quando o medo não toma as decisões mais importantes da nossa vida; é quando você coloca as emoções à serviço do seu propósito. Tão importante quanto subir na vida é a gente ter sempre a grandiosidade de fazer a experiência humana de reconhecer e fazer com que as pessoas - que nos ajudam a subir os degraus da nossa escada - se sintam verdadeiramente importantes e brilhantes na nossa trajetória”, destacou o palestrante.


“As condicionalidades do VAAR (Valor Aluno Ano por Resultados) e a competência dos municípios” também foi outro tema debatido pelo professor Alessio Costa, especialista em investimento para a educação. Além de Marcelo, a coordenadora de Prestação de Constas da Secretaria, Martha Castori; e a técnica da Prestação de Contas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Andrea Cordeiro, também participaram do evento.


A programação contou, ainda, com a Conferência “Análise dos resultados do SAEB 2021 e o que pode significar para a Educação Pública”, com José Henrique Paim, professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – FGV EBAPE e diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da FGV. Ele trabalhou durante onze anos no Ministério da Educação, onde ocupou as funções de Ministro de Estado, Secretário Executivo e Presidente do FNDE.


Romeu Caputo, diretor adjunto no Centro de Desenvolvimento Gestão Pública e Políticas Educacionais na Fundação Getúlio Vargas FGV/DGPE/RJ, também marcou presença. Ele exerceu funções em esfera nacional e municipal no campo da educação, tendo ocupado o cargo de Secretário Nacional de Educação Básica, dentre outras diretorias no Ministério da Educação.


A edição deste ano abordou o tema "Expectativas para uma educação com qualidade nos próximos quatro anos: aprendizagem, financiamento e gestão compartilhada". Para Marcelo, essa foi uma agenda bastante importante, pois representou um encontro dos diversos secretários e gestores dos municípios na área de educação no Estado do Rio de Janeiro, onde foram discutidas questões como a recuperação e recomposição da aprendizagem, financiamento da educação; fortalecimento do pacto federativo via cooperação entre municípios, estado e governo federal, entre outros assuntos.


“Foi uma agenda fundamental para auxiliar no planejamento das ações do nosso município, de modo que a gente esteja alinhado ás boas práticas no âmbito estadual e nacional. Além disso, foram tratadas diversas outras questões em perspectiva das mudanças que poderão acontecer em favor da educação a partir de 2023, permitindo que a gente possa voltar a avançar, superando esse período difícil da pandemia”, afirmou o secretário.





Programação


Uma das palestras foi conferida pelo coordenador-geral de Apoio às Redes e Infraestrutura Educacional/SEB/MEC, Alexsander Moreira, sobre “PDDE Interativo - Qual o significado para a educação pública?”. Ele também ministrou sobre o tema “PAR enquanto mecanismo de repasse de cursos federais pra educação”.


A palestra “SAEB – Avaliação de resultados” foi ministrada pelo professor Marcelo Ferreira da Costa, especialista em Educação brasileira/avaliação pela PUC/GO e Estatísticas em avaliação pela UFJF. Ele é presidente do Confundeb Estadual em Goiás, foi vice-presidente da Undime Nacional, presidente e é atual articulador da Undime Goiás.


A professora Lia Faria, titular aposentada da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), abordou o tema “Sistema Nacional de Educação e seus desdobramentos na prática dos Estados e Municípios”. Ela atua como professora colaboradora no Programa de Pós-graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PROPEd). Foi Presidente da Undime-RJ, secretária de educação de Niterói e presidente do Fundo Municipal de Educação de Niterói.


A palestra "Desafios que nos movem" foi conferida pelo professor Leandro Maia, biomédico, especialista em Neurociência aplicada à educação e autor de livros didáticos, na tarde desta quinta-feira (24).

39 visualizações

Comments


bottom of page