top of page

Creches e escolas ensinam alimentação saudável de forma divertida





Alimentação saudável é um hábito que deve ser ensinado desde a mais tenra idade. E as unidades escolares da rede municipal de ensino têm levado isso a sério. Além da oferta da merenda de qualidade pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), com base no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), creches e escolas estão desenvolvendo projetos que visam incentivar a conscientização dos estudantes.


Na Creche Escola Mirian dos Santos Melo, no Novo Jóquei, os professores estão desenvolvendo o Projeto Alimentação saudável cujas atividades propostas visam promover o consumo de alimentos saudáveis e incentivar a conscientização aos alunos, de forma lúdica e educativa, desenvolvendo bons hábitos alimentares.


As gestoras Gilza Helena e Shana Mendes explicaram que o projeto contempla toda a comunidade escolar, não apenas os alunos. “Trabalhamos os conteúdos curriculares: linguagem oral e escrita, alfabetização matemática, artes visuais, natureza e sociedade, movimento, identidade e autonomia e música”, informou Gilza.


A unidade desenvolveu rodas de conversa, construção de cartazes e apresentação de frutas, recorte e colagem, histórias cantadas, vídeos, quebra-cabeça com frutas, construção de tabela com as frutas preferidas da turma, modelagem com massinha plástica (letra inicial e fruta), jogos, advinha das frutas, órgãos dos sentidos (ver, manusear, cheirar, degustar alimentos diversos), alinhavo e circuito dos alimentos.



“Conversamos com os alunos sobre os alimentos saudáveis e os não saudáveis. E fizemos a culminância com apresentação dos professores e dos alunos, diversas brincadeiras, teatro e contação de histórias. Teve até bolo preparado pelos alunos com ingredientes saudáveis da própria creche. Foi um sucesso!”, completou a diretora.






A Creche Monteiro Lobato, em Campo Novo, também promoveu o Projeto Alimentação Saudável de forma bastante divertida com aproveitamento de alimentos. A diretora Lucia Helena Corrêa afirmou que os professores utilizaram estratégias diferentes para ensinar as crianças.


“Buscamos conscientizar nossas crianças sobre a importância dos alimentos, tais como frutas, verduras e legumes, através de jogos, quebra-cabeças, caixa surpresa, músicas e outros. Procuramos por figuras de legumes e frutas na sala, para maior assimilação do projeto. Os pequenos conseguiram reconhecer as frutas e legumes oferecidos na creche pelo nome, como exemplo: maçã, banana e abóbora, etc. Embora pequenos, acreditamos na importância da inserção do conteúdo proposto”, disse Lucia.




188 visualizações
bottom of page