top of page

Desburocratização dos procedimentos de registros e documentos é uma realidade na rede municipal de ensino


 



 

A desburocratização dos procedimentos de registros e documentos já é uma realidade na rede municipal de ensino. A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia publicou, no Diário Oficial desta quarta-feira (3), a portaria 36 que simplifica todo o trabalho dos professores e pedagogos, substituindo documentos manuscritos como Diário de Classe, Plano Individual de Trabalho (PIT) e Relatório Individual de Trabalho (RIT), que descrevem as atividades de ensino realizadas pelos docentes em cada semestre letivo.


A medida visa alcançar a qualidade do serviço público, através de um sistema gerencial, como explicou o secretário da pasta, Marcelo Feres. Acesse aqui o documento.

 

“Que orgulho chegar em 2024 e ver a nossa educação municipal seguindo boas práticas de gestão administração e pedagógica. Chega de excesso de burocracia. Com a implantação do Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP), iniciada em 2023 na Rede Municipal de Ensino para o registro de notas e frequências dos estudantes, teremos a partir de agora, uma simplificação ou desburocratização da ação docente”, afirmou.

 

Segundo ele, essa era uma solicitação antiga dos educadores e, com a implantação do SUAP, se torna uma realidade. “Foram diversos avanços até aqui, mas como professor considero esse um marco importante em nossa gestão”, acrescentou.

 

A inserção online no SUAP elimina a necessidade de preenchimento físico, evitando duplicidades. Além de modernizar os processos administrativos, essa iniciativa também contribui para a eficiência e transparência na gestão educacional, permitindo um acompanhamento mais ágil e preciso do desempenho dos alunos e facilitando o trabalho dos profissionais da educação.


Por Kamilla Uhl

Foto: Wellington Rangel

213 visualizações

Comments


bottom of page