DIA NACIONAL DOS SURDOS: RESPEITO E INCLUSÃO NA REDE





Em 26 de setembro é celebrado o Dia Nacional dos Surdos. Essa data tem por objetivo dar visibilidade e conscientizar a respeito dos direitos e da inclusão de pessoas surdas na sociedade. Na rede municipal de ensino, o respeito e a inclusão a esse público estão acontecendo de fato pela primeira vez na história da educação de Campos. A inserção da Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos vídeos produzidos pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) por meio do Projeto Estação Educação, já começou.


Estação Educação é um projeto que visa à gravação e edição de vídeos educacionais produzidos pelos departamentos, escolas e coordenações da Secretaria. O conteúdo ficará disponível no canal do youtube do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE); todos editados com Libras. O professor e intérprete de Libras, Lucas Barreto, auxilia na produção do Projeto.


“A missão do intérprete é ser o canal comunicativo entre o aluno surdo, o professor, colegas e equipe escolar. Seu papel em sala de aula é ser tradutor entre pessoas que compartilham línguas e culturas diferentes. Estou muito feliz de poder favorecer o desenvolvimento linguístico-cognitivo e social dos estudantes surdos, contribuindo com o sucesso da aprendizagem e inserção social. Parabenizo a Secretaria de Educação e a Prefeitura de Campos pela iniciativa”, comentou.


O gerente de mídias da Seduct, Wellington Rangel, explicou que, ao todo, serão 13 salas-estúdios preparadas com 26 câmeras, iluminação, microfone e outros recursos, nas unidades escolares selecionadas. “Sete já foram implantadas: na sede da Seduct; Creche Escola João Perdecene Neto, Lapa; Escola Municipal Getúlio Vargas; E.M. Maria Lúcia, no Parque Turfe Clube; Ciep Wilson Batista, em Guarus, e Amaro Prata Tavares, no Centro. A próxima inauguração vai ser feita na E.M. Albertina Venâncio, no distrito de Travessão, com data ainda a ser definida”, disse.




Formação continuada


O secretário de Educação, Marcelo Feres, destacou que a Secretaria oferece cursos para os profissionais que atuam nas salas de recursos – voltadas ao atendimento de pessoas com necessidades educacionais especiais – e para os educadores e profissionais das diferentes áreas de atuação. Ele lembrou, por exemplo, que, no ano passado, a equipe de Educação Especial Inclusiva, ligada à Coordenação Multiprofissional, ofereceu o curso “Estratégias para a comunicação em Libras” aos servidores da educação.


“O objetivo foi auxiliar professores e orientadores pedagógicos no ensino de alunos com surdez, dando noções de como o aluno surdo aprende e interage com as habilidades previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Importante destacar, ainda, que, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), fazemos busca ativa de alunos com possíveis problemas auditivos, através da oferta de exame de audiometria”, explicou.




Profissionais especializados


Marcelo acrescentou que a Seduct realizou, este mês, a segunda convocação de mediadores e cuidadores. Ao todo, 352 profissionais estão auxiliando os alunos com necessidades educacionais especiais, incluindo os surdos, e ajudando os professores regulares no processo de ensino-aprendizagem. Eles também estão sendo capacitados pela Escola de Formação dos Educadores Municipais (EFEM) e pela Coordenação de Educação Especial Inclusiva.


O processo seletivo foi viabilizado após a criação da Política Municipal de Atendimento à Educação Especial Inclusiva, aprovada por meio da Lei nº 9.145, de 05 de maio de 2022, com o objetivo de assegurar o acesso, a permanência, a participação plena e a aprendizagem de bebês, crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento (TGD) e altas habilidades ou superdotação nas unidades escolares da rede municipal.


DATA


O Dia Nacional dos Surdos foi instituído em 29 de outubro de 2008 pelo decreto de lei nº 11.796. A data foi escolhida por ser o dia da fundação do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), em 1857, no Rio de Janeiro. Foi a primeira escola de surdos no Brasil e funciona até os dias de hoje.


12 visualizações