Materiais pedagógicos tecnológicos para aulas online

Professor de Geografia, Sandro Fabiano, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Escola de Conselheiro Josino, utiliza apresentações de slides do Power Point nas aulas ministradas pela plataforma do Google Meet

Foto: Wellington Rangel


A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) tem implementado no processo de ensino e aprendizagem da rede municipal de Educação a inserção de materiais pedagógicos tecnológicos para as aulas online. Um exemplo de sucesso é do professor de Geografia, Sandro Fabiano, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Conselheiro Josino. Sandro utiliza apresentações de slides do Power Point nas aulas ministradas pela plataforma do Google Meet.


“Nós produzimos alguns materiais. É uma situação totalmente nova para estes alunos Fazemos a abordagem teórica e instigamos a participação deles. O que nós conseguimos fazer é um avanço tremendo na vida destes estudantes que se dispõe a participar do ambiente digital. Quanto mais ferramentas pedagógicas tecnológicas nós produzirmos é muito melhor para fazermos o processo de aprendizagem e encaminhar principalmente neste período de Pandemia que nós ainda vivemos. O desafio do ensino online nos colocou a necessidade de produzir estes materiais para fazer com que nós prendêssemos a atenção dos estudantes ali na sala de aula digital, que foi algo muito novo para eles, não tanto para nós, mas também para nós, mas principalmente para os estudantes esta intimidade com o desconhecido”, afirmou o professor.


O professor comenta sobre o diferencial em relação a 2020 quando começou a Pandemia. “No ano passado por exemplo praticamente ficou tudo parado por conta da crise sanitária que nós vivemos. Este ano vislumbrou com a nova gestão da prefeitura a possibilidade de implementação do ensino online. Tem a questão da internet. Nem todos os alunos têm acesso à rede. Com o ensino online, incluímos alguns, outros não foram incluídos por conta da limitação de acesso dos alunos, que principalmente no interior tem uma condição de vida muita das vezes muito difícil e tem dificuldades imensas prá se alimentar, dirá ter uma boa internet em casa. E às vezes quando tem internet em casa é um aparelho para compartilhar com várias pessoas”, considera Sandro.

Ele destaca a importância do trabalho no interior do município. “Adoro trabalhar no interiorzão. Nós acabamos contribuindo demais para transformar a realidade destes estudantes destas regiões. Estamos enfrentando o desafio, implementando a luta, trabalhando, pensando no nosso aluno e no ensino e aprendizagem destes alunos e tentando superar os inúmeros desafios que a Educação nos impõe”, ressalta o professor.


Sandro Fabiano tem 45 anos, é carioca radicado em Campos desde 2003 e já trabalhou em escolas do município em Farol e na Penha. Formado em Geografia na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), tem Pós Graduação em Educação, Meio Ambiente e Sociedade pela Faculdade de Filosofia de Campos (Fafic).


Reportagem: Wesley Machado

38 visualizações