Educação de Jovens e Adultos vai abrir período de matrículas


A Educação de Jovens e Adultos (EJA) estará dando mais uma oportunidade para aqueles que queiram concluir os estudos. A partir do dia 11 de julho até 25 do mesmo mês, começa o período de matrículas nas 28 unidades escolares do município que oferecem esta modalidade de ensino. Atualmente, a EJA tem 3.115 alunos nos anos iniciais e finais. Alguns já vão se formar nos próximos dias. No dia 5 de julho, a formatura acontece na Escola Municipal 29 de Maio e, no dia 7, na Escola Municipal Prata Tavares. Para fazer a matrícula é necessário ter mais de 15 anos e se dirigir à unidade escolar, que oferece a EJA, mais próxima da residência, com documentos pessoais como Identidade, CPF e comprovante de residência. As aulas são presenciais e são oferecidos cadernos em forma de módulos que compõem os componentes curriculares. A coordenadora da EJA, Greice Souza, ressalta, ainda, que os professores que trabalham com esse público passam por treinamento específico, cursos de capacitação e contam com todo suporte pedagógico. A EJA é uma modalidade de ensino criada pelo Governo Federal que perpassa todos os níveis da Educação Básica do país, destinada aos jovens, adultos e idosos que não tiveram acesso à educação na escola convencional na idade apropriada. Permite que o aluno retome os estudos e os conclua em menos tempo e, dessa forma, possibilita sua qualificação para conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho. A EJA, anos iniciais é destinada a jovens a partir de 15 anos que não completaram a etapa entre o 1º e o 9° ano. Já a EJA nos anos finais é para os maiores de 18 anos que não completaram o Ensino Médio. Ao concluir essa etapa, o aluno está preparado para realizar provas de vestibular e Enem, para ingressar em universidades. O tempo médio de conclusão é de 18 meses. “A Educação de Jovens e Adultos representa o resgate do ser humano como um todo. É a oportunidade que ele tem de voltar a sonhar, a viver e de ter de volta sua identidade. A EJA representa a possibilidade de o aluno vivenciar a leitura, escrita e, também, de ser inserido no mercado de trabalho ou conseguir um emprego melhor”, acredita Greice. E, por falar em mercado de trabalho, a EJA oferece cursos paralelos, como, por exemplo, o de “Empreendedorismo em Mídias Sociais e Digitais”, em parceria com o Instituto Federal Fluminense (IFF), que vai ser concluído neste semestre. A professora de Suporte Pedagógico (PSP) e acompanhamento escolar, Dirleia Siqueira Lugão, explica que no segundo semestre serão realizadas palestras para que os participantes possam aprender a montar currículos e se preparar para entrevistas. “É uma forma de oferecer ainda mais oportunidades para essas pessoas conseguirem se qualificar ainda mais”, conclui Dirleia. Confira abaixo a relação das unidades que oferecem EJA: CEMSTIAC C.E. 29 de Maio CIEP Brizolão 144 Profª Carmen Sylvia Carneiro CIEP Brizolão 269 Francisco Portela CIEP Brizolão 481 Arnaldo Rosa Viana E.M. Albertina Azeredo Venâncio E.M. Amaro Prata Tavares E.M. Carlos Chagas E.M. Conselheiro Josino E.M. Custódio Generoso Vieira E.M. Dr. Luiz Sobral E.M. Eloy Ornelas E.M. Farol de São Tomé E.M. Francisco de Assis E.M. Lídia Leitão de Albernaz E.M. Lulo Ferreira de Araújo E.M. Manoel Coelho E.M. Marechal Artur da Costa e Silva E.M. Maria Antonia Pessanha Trindade E.M. Maria Lucia E.M. Mario Barroso E.M. Morangaba E.M. Pequeno Jornaleiro E.M.Profª Eunicia ferreira da Silva E.M. Profª Wilmar Cava Barros E.M. Santa Terezinha E.M. Getúlio Vargas E.M. Olga Linhares

4 visualizações