Educação empreendedora implantada na rede municipal em parceria com Sebrae



Por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), a Prefeitura de Campos implantou o Programa de Educação Empreendedora na rede municipal de ensino em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro (Sebrae/RJ). O primeiro passo foi dado nesta segunda-feira (13) com o curso A Jornada da Educação Empreendedora e a Importância do Papel do Gestor Escolar, oferecido aos diretores, vice-diretores e professores do 5º ano do Ensino fundamental e dos anos finais, na Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL). Para o coordenador Regional Norte Fluminense do Sebrae, Guilherme Reche, o Programa de Educação Empreendedora é um grande investimento para o munícipio. “Estamos muito felizes de atuar nessa parceria com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia e proporcionar que o empreendedorismo seja difundido dentro das escolas. A garotada é o futuro dos negócios, das inovações, das novas ideias e é preciso cada vez mais intensificar que eles tenham informações e conhecimentos de maneira engajada para se tornarem empreendedores no futuro de sucesso. Esse programa será um sucesso para o município de Campos e, com ele, o desenvolvimento sólido do ambiente empresarial no futuro. Qualidade na Educação é a chave para isso”, destacou Guilherme. A subsecretária de Educação, Rita Abreu, afirmou que essa parceria possibilitará a oferta de cursos e oficinas voltadas ao empreendedorismo, de maneira on-line e também presencial. “Participaram deste evento de hoje, além dos gestores e professores, nossa diretora do Departamento Pedagógico Tânia Alberto, e as coordenadoras dos segmentos de ensino. Temos grande satisfação em poder contribuir neste processo de mais uma ação do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE) proposto pela Seduct. Com a parceria do Sebrae, vamos buscar despertar em nossos alunos o trabalho em equipe, confiança, planejar e agir, conhecer seu próprio potencial”, informou Rita. O Sebrae disponibilizará todo o material complementar digital. Os diretores e professores vão atuar como multiplicadores do Projeto. Em seguida, a formação contemplará os estudantes da rede. A ideia é fazer com que o tema seja trabalhado em sala de aula de forma transversal, no dia a dia de cada escola. Também haverá palestras com técnicos e consultores do Sebrae para os estudantes. A agenda com o Sebrae foi iniciada no ano passado, após reuniões do secretário de Educação, Marcelo Feres, com representantes do órgão. A subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora, acrescentou: "Unindo esforços com o programa Mais Ciência na Escola, que envolve os nossos professores da rede municipal e nossos alunos; com o programa Mais Ciência que alcança os professores e alunos das universidades; e com o edital de fomento de Startups, a subsecretaria busca contribuir para a cultura do empreendedorismo e da criação de empresas inovadoras". Responsável pela Escola de Formação de Educadores Municipais (Efem), Talita da Silva Ernesto, ressaltou a importância do evento. “Compreende-se que é de suma importância ultrapassar os limites da sala de aula, com estratégias que despertam o ser humano para o seu projeto de vida e é na Educação que esse despertar das competências empreendedoras deve ser fomentado. Esse movimento contará, ainda, com outras palestras e oficinas durante um período significativo para a construção de ações de engajamento priorizando o ser humano e suas possíveis conquistas pessoais e sociais”, dia Talita.

10 visualizações