Educação na XVI Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro





Nos próximos dias 26 e 27 um grupo de 12 alunos e 8 professores/orientadores das Redes Públicas Municipal e Estadual de Campos vão participar da Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro (XVI Fecti), que acontece na Praça da Bandeira, na capital. Essa é a maior feira de Ciências do Estado do Rio de Janeiro e envolve projetos de diferentes segmentos e áreas.


Os alunos foram selecionados na IX Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Campos, realizada em outubro, no Jardim São Benedito. Durante esse evento, aconteceu a VIII Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação, com participação das escolas das redes de ensino municipal, estadual e privada; e a III Feira de Ciências dos Anos Iniciais. Nessas feiras, os projetos foram avaliados por uma banca julgadora formada por 5 membros, sendo professores de Ciências com mestrado e doutorado. Ao todo, foram selecionados projetos de três escolas municipais e uma estadual.


As escolas premiadas são: E.M. Nossa Senhora Aparecida, com o projeto “Pluralidade Cultural e Linguagem: Arte, Ciência e Tecnologia na Valorização de Tesouros Vivos”; E.M. Doutor Luiz Sobral, com o projeto “Efeitos Robótica na OPT Arte A Luz da Física”; Colégio Estadual Nelson Pereira Rebel, que criou o “Análise Microbiológica de Poços Rasos no Entorno do Cemitério de Travessão em Campos dos Goytacazes”; e, por fim, a E.M. Eloy Ornelas que desenvolveu: “Tratamento de Esgoto Alternativo”.


Coordenadora da Feira Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campos (Femuct), Carla Salles, explica que, além da participação dessas quatro unidades escolares na XVI FECTI, a Secretaria de Educação Ciência e Tecnologia (Seduct) vai realizar uma cerimônia para premiar outros projetos selecionados na VIII Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação e na III Feira de Ciências dos Anos Iniciais: Quatro projetos dos Anos Iniciais e quatro projetos indicados para menção honrosa. Esse evento acontece terça-feira, dia 22, às 14h no auditório da Universidade Estácio de Sá.


“A participação na Fecti representa um momento singular na vida dos alunos, que com certeza marcará sua trajetória na Educação. Durante o evento, além de apresentarem os seus projetos, eles têm a oportunidade de conhecer outras ideias e compartilharem conhecimento, pois trata-se de uma feira muito importante no do Estado do Rio”, disse Carla.


Animador Cultural e orientador do projeto da Escola Municipal Dr. Luiz Sobral, Luiz Carlos Soares Alves afirmou que os alunos estão muito entusiasmados com a oportunidade de participar da Feira. “Eles estão se dedicando cada vez mais ao projeto. Por tratar-se de uma imersão ao universo um pouco desconhecido de Victor Vassarely, fez-se necessário um trabalho de pesquisa mais aprofundado sobre as obras e os movimentos robóticos. A garimpagem de material alternativo na comunidade deu um tônus à sustentabilidade, presente no projeto”, diz Luiz.


Diretora da Escola Municipal Luiz Sobral, Paula Farah acrescentou que essa é a segunda vez que a unidade participa da feira. Em 2019 a escola ficou em 2º lugar. Vê o conhecimento popularizado, nossos alunos sendo destaque, o brilho no olhar de cada um renova nossas energias. Que essa energia possa contagiar todos nós! Estamos aqui para abraçar sonhos, utopias, projetos e possibilidades! Nós temos o poder da palavra, da escrita, do conhecimento e da escola. Muito feliz em participar!”, ressaltou Paula.

39 visualizações