Educação presente nas comemorações do Dia do Estudante na próxima semana



A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) vai estar presente na celebração do Dia do Estudante, que acontecerá na Praça São Salvador, a partir das 10h de quinta-feira (18), por meio da Animação Cultural, com muita dança, música e esquete teatral. É o show de talentos. Quem quiser participar basta se inscrever neste LINK. Tem ainda a parte da Saúde, com a equipe do Programa Saúde na Escola (PSE). A responsável pela Animação Cultural, Eliana Carneiro Moreira, explica que há muitos talentos escondidos nas unidades escolares e a ideia é despertar e apresentar os que ainda estão não foram vistos pelo público em geral. “Estamos aguardando ansiosos para que as pessoas os conheçam. Por isso espero o incentivo dos pais, professores, diretores junto aos alunos para que todos participem. Acho muito importante convidar os alunos que quiserem mostrar seu talento a fazer sua inscrição pelo link e comparecer no local. Não haverá premiação, é apenas uma comemoração pelo Dia do Estudante”, disse. O Grupo Oficina de Texto Terra da Alegria (Gotta) também vai estar presente no evento. A coordenadora do grupo, Simone Jardim, disse que, através de um esquete teatral, o Gotta vai contar a história de quando surgiu o Dia do Estudante e a importância da data. “Por meio da Educação, o estudante transforma o mundo. Esse esquete conta com cerca de 10 alunos da rede municipal”, explica Simone. A banda de Fanfarras também vai se apresentar durante o Show de Talentos. O Programa Saúde na Escola (PSE) não ficará de fora, e levará projetos como, “Eu Digo Não: Prevenção ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”; “Escola Protetora da Mulher” e “Saúde Auditiva nas Escolas”, entre outros. E, dando continuidade ao Dia do Estudante, no dia 31 deste mês, o Espaço de Práticas Artísticas (o EPA) irá fazer um ensaio aberto no Teatro de Bolso com o espetáculo “As Cores”. A comemoração pelo Dia do Estudante acontece desde o ano de 1927 e teve como ponto de partida algo que ocorreu 100 anos antes, isto é, em 1827, na época do recém-instituído Império Brasileiro. Em 11 de agosto de 1827, o então imperador Dom Pedro I autorizou a criação das duas primeiras faculdades do Brasil, a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo.

13 visualizações