Educação terá programa voltado ao atendimento psicossocial de gestores



A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) vai implantar um programa voltado ao atendimento psicossocial de gestores educacionais da rede municipal de ensino, a partir deste mês. Trata-se do Método PIE (Performance de Inteligência Emocional em Gestão Educacional), que será desenvolvido em parceria com a equipe do Programa TreinaRH da Secretaria de Administração e Recursos Humanos e com o Programa de Atenção à Saúde do Trabalhador (PAST).


Segundo a diretora de Gestão de Pessoas da Seduct, Lílian Neto, os encontros serão semanais e acontecerão na Escola Municipal de Gestão do Legislativo (Emugle), que fica na rua Conselheiro Tomás Coelho, 151, Centro. As datas serão divulgadas ainda esta semana.


“Será exclusivamente para diretores e vice-diretores das nossas escolas e creches. Nosso objetivo é promover a saúde emocional desses gestores na perspectiva de atender às demandas psicossociais que envolvem seu trabalho. Teremos três turmas para esse ano. Cada encontro tem quatro módulos e serão semanais, portanto, um mês de treinamento. Cada turma terá participação de dez escolas e dez creches. Então, esse ano 30 escolas e 30 creches serão contempladas”, destacou.





De acordo com ela, o PIE é um programa que reúne os conceitos básicos da Programação Neurolinguística, Psicologia Positiva e Coaching como práticas integrativas e complementares em saúde. Um dos palestrantes será Wilson Heidenfelder, coordenador do TreinaRH. Ele é servidor público, comunicólogo social, psicopedagogo, professor na Faculdade de Medicina de Campos e coach de Comunicação e Oratória.


“Nosso objetivo não é a quantidade por turma, mas a qualidade dos encontros, com turmas menores. Estamos fechando a relação das unidades escolares com o pedagógico. Estamos fazendo o convite personalizado, ligando para cada gestor e explicando o Método. Todos receberão certificado. A ideia partiu da minha angústia em ver os gestores com esgotamento mental. Não são todos, mas grande parte. Levei a proposta para o RH da Administração e para o PAST e eles abraçaram a causa comigo, fizemos reuniões para pensar o que seria construído e após um brainstorming, saiu do forno o Método PIE. Espero que esse trabalho faça diferença na vida dos nossos gestores, para trabalharem melhor. Nosso desejo é ver a Educação avançando cada vez mais. Quem ganha é o aluno. Agradeço ao secretário de Educação, professor Marcelo Feres, pelo apoio de sempre!”, concluiu Lílian.

227 visualizações