EFEM promove novo ciclo de palestras para educadores





Desde o início deste mês, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) tem realizado diversas palestras através do “Programa de Formação Letramento e Alfabetização Digital”, em parceria com a Escola de Formação de Educadores Municipais (Efem). Ao todo, serão 10 palestras que tiveram início neste mês de outubro e irão se encerrar em dezembro. Coordenadora da Efem, Talita Ernesto conta que o objetivo é proporcionar conhecimento, aprimoramento e crescimento profissional aos educadores, abordando temáticas da linha de “Alfabetização e Letramento Digital”.


O programa é composto por um ciclo de palestras, cujos encontros acontecem, semanalmente, toda quinta-feira, às 19h30min, pelo canal da Seduct no YouTube. O público-alvo são educadores das redes pública e privada do município de Campos e vizinhos.


Talita disse, ainda, que todos os palestrantes são parceiros, orientandos de doutorados e mestrados das universidades da região e também profissionais que trabalham com a tecnologia dentro da Educação e compartilham esses conhecimentos. A coordenadora enfatizou também que as tecnologias fazem parte de um processo histórico e social e não pode ser vista como algo momentâneo.


“É necessário que todos façam parte dessa construção, desse desenvolvimento. Enquanto educador temos que pensar aonde queremos chegar e por que é importante levar essa tecnologia para a sala de aula. Que tecnologia é essa que quero encaminhar para meus alunos, em que ela vai favorecer a aprendizagem? Então, é uma responsabilidade nossa, enquanto Secretaria de Educação, ofertar aos professores um estudo aprofundado sobre essas tecnologias para que nossos alunos possam ser envolvidos com a aprendizagem tecnológica e tenham a possibilidade também de aprender a pensar uma sociedade tecnológica, criando caminhos mais críticos para se favorecer e favorecer o outro, dando continuidade a esse desenvolvimento”, comentou.


Para ele, trata-se de oportunizar ao aluno o desenvolvimento de habilidades e competências tecnológicas e dar a ele oportunidade de estar incluso dentro do mundo do trabalho. “A gente precisa preparar esse aluno não só para essa sociedade momentânea, mas para qualquer tipo de exigências que possa vir a ter e que ele, enquanto sujeito histórico, possa contribuir para uma sociedade mais consciente”, pontua Talita.


PROGRAMAÇÃO


Nesta quinta-feira (20), foi oferecida a palestra “Ensino híbrido e suas potencialidades: conhecer para aplicar”, ministrada pela professora Shayane Ferreira dos Santos. Ainda em outubro, dia 27, a professora Roberta Santana Barroso Ferreira, falará sobre “Letramentos múltiplos, multiletramentos e multimodalidades”.


Em novembro, dia 03, o ciclo continua com o tema “Se caiu na rede pode ser pedagógico: as Tecnologias Digitais sob uma perspectiva colaborativa”, com a professora Rackel Peralva Menezes Vasconcellos. No dia 10, o tema é “Google Sites como ferramenta para aprendizagem colaborativa, com a professora Luciana Gonçalves de Oliveira Maraia.


Fechando novembro, dia 17, a palestrante e mestre Beatriz Araújo de Rezende Neves falará sobre “Textos multimodais e Ensino de Língua Portuguesa”. Em dezembro, dia 1º, a sequência tem continuidade com a palestra “O uso do STEAM para potencializar a aprendizagem” com a professora Shayane Ferreira dos Santos. No dia 8, o assunto é “Comunicação e publicidade nas redes sociais: o que alunos e professores “ganham” com isso?”, com o professor Tomais Coutinho Pereira. Fechando a rodada, no dia 15 de dezembro o tema vai ser “A popularização do Tiktok e suas possibilidades pedagógicas”, ministrado pela professora e mestra Luciana Gonçalves de Oliveira Maraia.


O circuito de palestras começou no dia 6 de outubro com a coordenadora da Efem, e doutora Talita Ernesto que falou sobre “Educação tecnológica numa perspectiva crítico-social”. No dia 13, foi a vez da professora Anna Karina Vieira de Azevedo y Oviedo falar sobre “Competência digital – BNCC”. Segundo Talita, essa foi a primeira grande etapa e, ano que vem, será realizada a segunda fase na qual os encontros serão ampliados além do virtual, sendo um dia no Youtube e o outro presencial.

59 visualizações