Empreendedorismo na escola foi tema de palestra no Fórum Regional nesta sexta-feira


O que é um empreendedor? Com essa pergunta, a economista, MBA em Gestão de Pessoas e consultora do Sebrae, Paula Alexandrisk, que ministrou a palestra "A importância do comportamento empreendedor na escola", provocou o público, na manhã desta sexta-feira (12), no último dia do Fórum Regional de Educação. O evento está sendo realizado desde a última quarta-feira (10), no Teatro Municipal Trianon e reúne municípios das regiões Norte, Noroeste e Lagos e representantes das universidades públicas e particulares da cidade. A professora Márcia Pesssanha Borges, da Escola Municipal Mário Barroso, em Ururaí, aprovou a iniciativa. "Estou gostando muito. Conhecer as experiências dos outros municípios, saber como a Educação está sendo feita e os desafios dos educadores das outras cidades nos leva a repensar nosso próprio trabalho. Está sendo muito válido", diz. A também professora Luciana Diniz disse que gostou muito da palestra sobre empreendedorismo. "Ela deu várias dicas de livros. É sempre bom a gente conhecer novas experiências e também descobrir novos caminhos" explica. A subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora, abriu o evento e a primeira programação desta sexta-feira foi a Conferência “Relação entre a Educação Básica e a Educação Superior", que contou com a participação pró-reitor de ensino da Uenf, professor doutor Manoel Molina; pró -reitor de ensino do IFF, professor e doutor Carlos Artur Áreas; vice-diretor da UFF professor, doutor Rodrigo Monteiro; coordenador do programa de Mestrado e Doutorado em Planejamento Regional e Gestão de Cidades da UCAM, professora e doutora Lia Hasenclever; e o diretor da Estácio de Sá, professor Luiz Caetano. Os representantes das instituições falaram um pouco das estruturas e da importância das universidades, os desafios e propostas para uma Educação crítica e de qualidade. Na parte da tarde teve ainda a palestra "Escola de Educadores Municipais Espaço de Construção Social" ministrada pela mestre e doutoranda em Cognição e Linguagem da Uenf e diretora da Efem, Talita Barros. A programação seguiu com Mesa Redonda “A Educação Superior e suas interfaces com a Formação de Ensino, Pesquisa e Extensão”, com a participação da doutora em Saúde da Criança e da Mulher, professora da Uenf Rosalee Santos Crespo Istoe; doutor em Comunicação e Mídia e professor da Uenf, Carlos Henrique Medeiros; doutor em Biociências e Biotecnologia e professor da Uenf, Victor Flores. Concluindo a programação, a apresentação da “Mostra de Experiências Exitosas”. O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, falou sobre a importância do Fórum. “Estamos muito felizes com a participação dos educadores de Campos e da região. Esse foi o pontapé inicial e espero que outros municípios organizem eventos semelhantes, a partir de agora. Nosso objetivo foi promover a socialização e o debate da produção de conhecimento na área de Educação, Ciência e Tecnologia, destacando o compromisso público e político com a educação de crianças, adolescentes, jovens e adultos, e com a formação e as práticas pedagógicas de profissionais dos diferentes níveis e modalidades de ensino, bem como com as políticas públicas, visando, sobretudo, o direito à educação pela via do acesso, da permanência e da apropriação do conhecimento dos estudantes”, finalizou Marcelo.

5 visualizações