top of page

Empresas incubadas na TEC apresentam projetos de negócios à sociedade na Câmara




A Tec Incubadora, parceria da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) no Programa de Bolsas Startup Campos, apresentou a “Trilha Pitch - Desenvolvimento para as startups” esta semana na Câmara Municipal de Campos. A ideia foi fazer uma proposta simbólica à população para que a sociedade possa tomar conhecimento de todos os projetos que estão sendo desenvolvidos pela Tec, com visões de negócios e investimentos. Participaram do evento o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL jovem), Arthur Sá; o Diretor de Tecnologia da Tec, Rodrigo Lira, o gestor de imobiliária, Fernando Loureiro e, ainda, o presidente da Tec Incubadora, Henrique da Hora.


As empresas que apresentaram os projetos na quinta-feira foram: DapMaps; Menu Gás; MF Papaya; Entomo Tec; Pet Genomic; Jalevo; MataAedes e Azo Beauty. Na sexta-feira (16), outras empresas fizeram suas demonstrações. O presidente da Tec falou que é uma tarefa muito difícil conectar o conhecimento, a inteligência que são produzidos nos laboratórios de universidades e institutos com a demanda real da sociedade.


“Nossa missão é retornar para a sociedade o que dela recebemos. Estamos trabalhando para o desenvolvimento regional. A gente olha na sociedade quem tem fins lucrativos, quem vai gerar riquezas, quem vai gerar empregos, pagar impostos, e essas são as empresas. Então, vamos mostrar essas empresas que estão sendo incubadas com a gente. Diferente da academia que estamos acostumados, quem vai avaliar não são professores ou doutores, é gente de mercado”, diz Henrique.


De acordo com a Gerente de Articulação de Projetos da Seduct, Adriana Crespo, a proposta de apresentação teve uma visão de negócios, pensando nos futuros investimentos. “A ideia foi vender o negócio em três minutos para uma banca de investidores”, explicou.

O Programa Municipal de Apoio a Startups - Startup Campos - visa apoiar a incubação de empresas na TEC, com oferta de bolsas de desenvolvimento tecnológico no valor de R$ 1.100,00, pagos com recursos oriundos de fontes municipais. Nos próximos seis meses, os empreendedores começam a desenvolver sua estrutura de Recursos Humanos para realizar as vendas de seus produtos ou dos serviços.


Adriana explica que eles vão buscar também escalabilidade, expansão dentro do mercado, amadurecendo seus processos e a empresa vai se adequando, se preparando para poder caminhar com as próprias pernas e não depender mais da incubadora. Ainda de acordo com a Gerente de Articulação, é todo um processo crescente, evolutivo.


“Nos seis primeiros meses do programa de incubação na Tec Incubadora, os empreendedores receberam orientação e acompanhamento de consultores especializados nas áreas de comportamento empreendedor, gestão, mercado, capital e tecnologia. Na avaliação que fizemos, constatamos que eles evoluíram nos seus modelos de negócios. Alguns já estão validando a hipótese de soluções e outros já estão com seus produtos e serviços definidos e trabalhando, nesse momento, numa estrutura empresarial para desenvolver estratégias e colocar seus produtos e serviços no mercado com seus clientes”, explica Adriana.


12 visualizações

Comments


bottom of page