top of page

Escola de Dores de Macabu desenvolve feira de alimentação saudável



Alunos do Maternal 2 e Pré 1 da Creche Escola Municipal José de Souza Sodré, em Dores de Macabu, participaram de uma feira saudável, nessa quarta-feira (31). O objetivo foi conscientizar as crianças a ingerirem alimentos saudáveis, contribuindo para a saúde e bem-estar. A feira foi montada com gêneros alimentícios produzidos por agricultores da região. Muitos foram doados, como por exemplo, o queijo. Os professores distribuíram dinheiro de brinquedo para os alunos, e eles foram às “compras”.


Além de entender a importância da alimentação saudável, as acrianças também aprenderam, através das compras, os números, quantidade e tamanhos diferentes. A diretora da unidade, Fernanda Correa da Silva, disse que desde o início do ano letivo deste ano a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) orienta as unidades escolares a trabalhar projetos que devem de ir ao encontro de anseios da sociedade, com temas emergentes e necessários e de cunho social. “Neste sentido, a equipe da educação infantil propôs para o 2° bimestre o tema Alimentação Saudável, na qual percebemos a necessidade de um aprofundamento maior com os nossos alunos”, disse.




A professora responsável pelo evento, Adriana de Azevedo, disse que a ideia surgiu para que os alunos pudessem perceber que a alimentação saudável está ao alcance dele, no quintal da sua família. Ela conta que teve o apoio ainda da professora Fluvia Machado.


“Como professora e pedagoga acho muito importante trabalhar essas questões. Seguindo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), precisamos valorizar o que os alunos trazem de casa e usar o próprio contexto social que ele vive. Não há nada melhor que o aluno se sentir pertencente a determinadas situações e quando ele participa da feira, se sente incluído no lugar onde vive. O filho do produtor familiar precisa perceber que o chão onde ele pisa é o que traz o alimento para eles e outras pessoas. Acho essencial para a criança, perceber a importância da produção na sua localidade, valorizando os produtos rurais da sua região. Trouxemos esses alimentos para a feira, como coentro, tempero verde, couve, banana, caqui, cajá, acerola, entre outros”, finaliza.


“Foi muito gratificante participar, vendo os alunos e funcionários da unidade abraçarem o evento”, concluiu Fluvia.


164 visualizações

Comments


bottom of page