top of page

Escola de Farol de São Thomé homenageia escritor Waldir de Carvalho



O centenário de nascimento do escritor campista Waldir Pinto de Carvalho foi comemorado na Creche Escola Municipal Felismindo Marques Barreto, em Farol de São Thomé, de um jeito bem lúdico. Como o escritor era apaixonado pela praia de Farol de São Thomé, os professores desenvolveram com os alunos a ideia de pertencimento por meio de textos do escritor sobre o lugar. Também foram abordados dados biográficos do memorialista e compartilhadas imagens de seus livros.


Vice-diretor da unidade escolar Victor Miranda, conta que o trabalho está em concordância com a temática de projetos do terceiro bimestre que tem como tema a identidade cultural do sujeito campista. Foi trabalhado com os alunos a sua representatividade para a cultura, memória e literatura.



“Precisamos pensar e adaptar estratégias de letramento literário desde a Educação Infantil em nossas Unidades Escolares. Como pontuado pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a literatura, trabalhada de forma efetiva e vinculada à realidade dos educandos, auxilia no processo de identificação cultural, identitária e memorialística dos sujeitos. Precisamos resgatar e apresentar aos nossos educandos a variedade cultural do nosso município, incluindo nossos autores, a nossa culinária e as demais expressões da arte e da cultura”, disse Victor.


Professora da unidade, Brenda Sousa, disse que trabalhar a vida e a obra do autor e escritor foi de muito aprendizado para os alunos. “O projeto estimula a criatividade, a imaginação, o desenvolvimento cognitivo e a linguagem por meio da literatura campista, entre outros vários benefícios”, disse Brenda.


A também professora da unidade, Patrícia Alcides, ressaltou que foi trabalhado junto às crianças algumas de suas obras, oportunizando que os alunos entendam, de forma lúdica, a importância de se trabalhar a literatura. Os alunos realizaram atividades de pinturas, onde foi destacado o monumento de Farol citado na "Crônica de verão", observando uma réplica feita de massinha e tentaram reproduzi-la.



“Esse projeto é de suma importância para o desenvolvimento das crianças, agregando conhecimentos, ampliando linguagens, habilidades manuais, possibilitando maior interação e cooperação em desenvolver trabalhos em grupos. Foi possível observar o quanto prazeroso foi para eles perceberem que o local onde residem já foi e é tema de histórias reais e ficcionais”, finalizou a professora.

123 visualizações

Commentaires


bottom of page