top of page

Escola de Práticas Artísticas: ingressos gratuitos para espetáculo





A primeira apresentação da Escola de Práticas Artísticas (EPA) no ano de 2023 vai acontecer na próxima semana no Teatro de Bolso Procópio Ferreira. Com entrada gratuita, alunos da rede municipal de ensino vão apresentar o espetáculo Carolina Maria de Jesus: para além do olhar, que conta a história de uma mulher guerreira, transformada através do poder da leitura e escrita. As sessões vão acontecer na terça (30) e quarta (31) às 14h e às 15h nos dois dias.


Os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro. Sob a direção artística da animadora cultural da rede municipal, Fernanda Barbosa, coreografias de Fatima Estefan e musicalização de Marcelo Miranda, o espetáculo conta com texto de Neide Brasil e trata de temas como importância da educação, desigualdade social, racismo e empoderamento feminino.


A EPA é um projeto do Departamento de Animação Cultural da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) em parceria com a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). Oferece atividades de teatro, dança, maquiagem artística e musicalização. O objetivo é possibilitar aos alunos um maior conhecimento em arte, o desenvolvimento da comunicação, criatividade, autoconfiança, relacionamento em grupo, entre outros valores importantes para reflexão do olhar sobre o mundo.




A Escola beneficia cerca de 140 estudantes da rede municipal de ensino. Recentemente, a Secretaria inaugurou o segundo polo no Ciep Arnaldo Rosa Viana, no Parque Aurora. O primeiro polo funciona no próprio Teatro de Bolso.


De acordo com o coordenador do Departamento de Animação Cultural e Bandas de Fanfarras, Edilson Cruz, o polo 2 está contemplando alunos que residem na região do IPS, Parque Rosário, Parque Aurora, Capão, Turfe, Alphaville, Veredas, Jóquei, entre outros bairros. “O novo polo está atendendo 40 alunos de manhã e 40 à tarde, totalizando 80 estudantes. Já o polo 1 beneficia cerca de 60 crianças e adolescentes”, afirmou.


De acordo com a Animadora Cultural da EPA, Fernanda Barbosa, a animação cultural zela pelos bens culturais materiais e imateriais, utilizando como instrumento condutor as artes. “Dessa forma, a EPA vem fomentar a necessidade dessa comunidade escolar, buscando a formação sociocultural dos seus alunos”, comentou.

96 visualizações

Comments


bottom of page