top of page

Escola Wilmar Cava Barros faz festa pelo aniversário de Campos



Em comemoração aos 188 anos de elevação da Vila de São Salvador à cidade de Campos dos Goytacazes, a Escola Municipal Professora Wilmar Cava Barros encerrou a semana, na última sexta-feira, com uma série de atividades artísticas e culturais com seus alunos. Um dia inteiro com direito à descontração, aprendizado e confraternização, além de torneio de futsal, que contaram também com a presença de pais de alunos, que foram prestigiar o evento.

Entre as atividades desenvolvidas com o apoio dos professores da escola e o animador cultural Josué Rodrigues foram realizadas apresentação do grupo de dança, contação de história sobre lendas campistas, peça teatral, tendo o lendário Ururau da Lapa como tema, exposição de painéis sobre as características do município, entre outras. A festa começou por volta de 10h e só se encerrou às 16h.

De acordo com o diretor da Wilmar Cava Barros, Diego Pani Cordeiro, a ideia é a valorização da arte como importante instrumento de aprendizado. “A partir do momento que a arte foi introduzida nas atividades escolares, foi perceptível a mudança de desempenho dos alunos na sala de aula, sobretudo o comportamento, que melhorou bastante. Além disso, a escola está sendo reformada para oferecer um ambiente ainda melhor aos nossos alunos e isso, para nós, é motivo de orgulho e satisfação”, informou.


A presença dos responsáveis pelos alunos também foi destaque e quem compareceu, disse ter gostado muito do que viu. É o caso de Jovana Velasco, mãe de duas alunas, Yasmim e Kamilly Velasco, de 13 e 15 anos de idade — as duas estudam na 7ª e 8ª séries. “Para mim é um prazer estar participando, porque não tive o privilégio de muitas coisas e hoje aprendi muito sobre a história de Campos dos Goytacazes. Foi muito especial esse aprendizado”, afirmou a mãe, orgulhosa.

Quem também ficou feliz com a festa foi Danielle Gomes, 14 anos, do 9º ano e que integra o grupo de dança da escola. “O que acho mais importante de participar dessas atividades é que você nunca vai ficar triste perto dessas pessoas”, pontuou, para orgulho de sua instrutora, Jaqueline Andrade. Ela e o parceiro, Naldo Brito, promovem voluntariamente aulas de dança de salão no Wilmar. “Só tenho a agradecer a oportunidade de comemorar o aniversário da cidade com crianças e adolescentes para mostrar esse trabalho, que permite a eles conhecerem o universo maravilhoso que é o mundo da dança”.



200 visualizações
bottom of page