Escolas da Pecuária recebem investimentos da Educação em obras e equipamentos



Moradores da Pecuária já vivem a expectativa da entrega das obras em unidades escolares que há anos necessitavam de melhorias. A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) está investindo na reforma da Creche Escola Dom Helder Câmara e da escola vizinha, a E.M. Presidente Castelo Branco. Em um ano e meio do governo Wladimir Garotinho, a Seduct já reformou cinco unidades, além de 25 reformas e duas construções em execução. Também foram concluídas 67 manutenções e outras 44 acontecem em escolas e creches de Campos.

Na Pecuária, as unidades também estão recebendo novos equipamentos e laboratórios para melhorar, cada vez mais, a qualidade do ensino na rede municipal. As obras são elogiadas pela comunidade escolar.

“A situação estava critica nas escolas. Aqui, na creche, vazava água, estava tudo caindo aos pedaços e as crianças nem tinham como passar o dia todo. Agora, posso dizer com certeza, porque acompanho os trabalhos, que está um espetáculo essas reformas. Estão tirando reboco e pintura velha, colocando tudo novo e os profissionais são muito caprichosos. O governo Wladimir está renovando tudo nas escolas e é uma bela obra que estão fazendo na Dom Helder e na Castelo Branco”, falou o comerciante Wellington Gomes, que mora em frente à creche e comercializa frutas no local há 18 anos.



A escola Presidente Castelo Branco está recebendo os últimos serviços. Na unidade, foi feita a revisão completa das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, manutenção do telhado, pintura geral, instalação de aparelhos de ar condicionado e troca de portas, entre outros. A unidade também ganhou ventiladores, mobiliários novos e laboratórios pedagógicos, como os de Ciência e Matemática e o Brincar & Aprender.

“Eu estou muito feliz, muito feliz mesmo, porque são nove anos na direção da Castelo Branco e a gente vem aguardando essa reforma há algum tempo. A escola estava cheia de goteiras, portas quebradas, banheiros não utilizáveis, telhado provocando infiltrações. Agora está tudo reformado, tudo pintado e foi feito muito mais do que a gente esperava. Nós temos laboratórios de informática, sala de vídeo, biblioteca, brinquedoteca que acabou de receber materiais lúdicos, a merenda é de excelente qualidade. A escola está em perfeito estado para receber os nossos alunos nesse segundo semestre e os alunos estão muito felizes também, porque todo dia nos surpreendemos com a chegada de mais equipamentos, mais materiais pedagógicos. Está tudo perfeito”, contou a diretora Márcia Adriana Pitote, servidora pública há mais de 35 anos, nove deles à frente da escola que tem 468 estudantes do Pré 1 da Educação Infantil ao 1º ano do Ensino Fundamental.

Na Creche Escola Dom Helder Câmara, os trabalhos seguem em ritmo acelerado. Além dos mesmos serviços do que os executados na unidade vizinha, está sendo construído um refeitório, sala e espaço externo de recreação, melhorias na cozinha e nos banheiros. Há vinte anos diretora da creche Dom Helder, a professora da rede Estela Márcia fala sobre as melhorias.

"A situação da creche, antes da obra, era precária mesmo. Chovia dentro da unidade, as pessoas tomavam choque, as janelas quebradas, a pintura feia, os azulejos da cozinha há muito tempo tinham caído. Estou diretora da Dom Helder já 20 anos e tivemos outras obras, mas reforma, como esta, eu nunca tinha visto. A expectativa é muito grande. Agora vamos ter refeitório e um ambiente adequado para as crianças", contou a diretora da creche que tem 90 alunos e está funcionando provisoriamente na antiga Faculdade de Filosofia de Campos (Fafic), no Parque Leopoldina.

Na última semana, a Dom Helder ganhou uma nova aluninha. Soraya Araújo Barros, moradora da Pecuária, matriculou a filha Maria Sol, de um ano e nove meses, na creche. "Eu fico preocupada, porque vai ser a primeira vez que fico longe dela, ela vai ficar em horário integral na creche, das 7h30 as 16h, mas nós primeiros dias só meio período, pra ir se adaptando. Gostei do muito do atendimento, pedem todas as informações, desde as condições de saúde, alergias, alimentação. Trouxe todos os documentos e fico feliz de saber que a creche, lá no meu bairro, está sendo reformada, que minha filha vai, depois, para um ambiente ainda mais seguro. Também gostei de saber sobre a alimentação, que a merenda privilegia alimentos naturais, saudáveis. Estou muito ansiosa, mas segurança, nutrição, tudo isso conta muito", falou Soraya, que estava com a irmã Camila quando fez a matrícula de Maria Sol na Dom Helder Câmara.

2 visualizações