top of page

Escolas encerram semana com culminância de Projeto sobre Folclore




A literatura brasileira é explorada de diferentes formas nas unidades escolares da rede municipal de ensino. A ludicidade está presente nas escolas e creches diariamente e vem ajudando alunos e educadores no processo de ensino-aprendizagem. Essa semana, as unidades desenvolveram a culminância do Projeto sobre Folclore, explorando a memória cultural e a identidade do povo campista, em comemoração ao Dia do Folclore Brasileiro, celebrado dia 22 de agosto.


Na Creche Escola Professora Joelma Figueiredo, no Fundão, por exemplo, o tema da culminância foi A lenda do Ururau da Lapa. “A proposta foi trabalhada utilizando material confeccionado pelas professoras a partir de materiais reciclados, enfocando a sustentabilidade e a educação ambiental”, afirmou a diretora Mirian Pereira e diretora adjunta, Roberta Christine.





“Trabalhar o folclore com as crianças é levá-las ao conhecimento e valorização do passado, é mostrá-las a identidade do seu povo. Num momento em que a tecnologia invadiu as casas e ocupou um espaço gigantesco na vida de todos nós, inclusive das crianças, trazer um encantamento, através de um jacaré gigante (Ururau da Lapa), feito de papelão e com diferentes texturas, é dar asas à imaginação dos pequeninos, mostrando que o mundo fora das telas também pode ser surpreendente”, relataram as professoras Katia Domingues e Alessandra Melo.





Na Escola Municipal Professora Eunícia Ferreira da Silva, no Parque Santa Rosa, também houve o regaste das tradições do folclore campista, segundo a gestora Daniely Pelicioni Azeredo. “Dentre as tradições, o Boi do Samba foi o ponto alto. As crianças viveram momentos de muita alegria, que é o que pregamos em nossa escola, que a criança aprenda brincando. Nosso município possuiu danças, comidas e lendas muito ricas que nos trazem o sentimento de pertencer à nossa cidade. A dança Mana Chica e a Cavalhada de Santo Amaro também foram destaques. Além disso, apresentamos as comidas típicas, como a baba de moça e o nosso delicioso chuvisco”, comentou.






Na Escola Branca Peçanha Ferreira, Parque Eldorado, a culminância do Dia do Folclore aconteceu junto com as festividades do Dia dos Pais, de acordo com a diretora Neilce Faquer. “Foi lindo de ver os pais aqui na escola prestigiando seus filhos. Foram 3 dias de apresentações folclóricas, danças, dramatização, entre outras atrações. Todas as 42 turmas apresentaram trabalhos folclóricos e homenagearam os pais.






923 visualizações

Comments


bottom of page