Escolas receberão Laboratórios de Robótica para letramento digital dos alunos



A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) vai implantar, em breve, Laboratórios de Robótica na rede municipal de ensino. A medida integra o Projeto LABMAIS, inserido no Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE) que possui, entre suas metas, o letramento digital dos estudantes até o 5º ano de escolaridade. Estão sendo adquiridos, para isso, 166 Kits de robótica destinados a 46 unidades escolares que ofertam educação infantil; 84 unidades que ofertam ensino fundamental anos iniciais e a 36 unidades que ofertam ensino fundamental anos finais. De acordo com o secretário da pasta, Marcelo Feres, por meio do LABMAIS, a Seduct também está adquirindo 120 kits de laboratórios de Matemática e Ciências que serão destinados a 84 unidades que ofertam ensino fundamental anos iniciais, e a 36 unidades que ofertam ensino fundamental anos finais. “O procedimento para aquisição de laboratórios de robótica, ciência e matemática está sendo feito por meio de pregão eletrônico, aberto para todo o Brasil através da internet de maneira transparente, seguindo todos os trâmites legais exigidos à uma Administração Pública”, afirmou Marcelo. A Coordenação de Tecnologias e Mídias Digitais da Seduct continua ofertando cursos visando capacitar os profissionais para atuarem nesses laboratórios, como, por exemplo, o Curso E-mail institucional: Aplicações práticas na Gestão Escolar; Ferramentas de Produtividade e Colaboração; e Workspace para professores e profissionais da Educação. “Também vamos oferecer cursos de formação e oficinas em tecnologias e robótica nos próximos meses, incentivando o acesso e uso das mesmas na sala de aula. Os professores de Tecnologias farão uma formação de 30h e receberão formação presencial sobre o uso dos Laboratórios de Robótica”, afirmou a coordenadora do setor, Anna Karina Vieira de Azevedo y Oviedo. E não para por aí. A Seduct está revitalizando os laboratórios de informática já existentes na rede e, além disso, 13 escolas receberam equipamentos do projeto Janelas do Amanhã, da Petrobrás. Trata-se de um projeto que ajuda a reduzir as desigualdades na área da educação pública, que ficaram ainda mais evidentes com a pandemia de Covid-19. O projeto também inclui capacitação em parceria com a Recode, organização da sociedade civil que utiliza a informática como mecanismo de inclusão. Dentre as escolas contempladas estão: 29 de Maio, CIEP Maestro Villa Lobos, CIEP Wilson Batista, EM Branca Peçanha, EM Claudia Almeida, EM Custódio Siqueira, EM Dr Getúlio Vargas, EM Frederico Paes Barbosa, entre outras.

2 visualizações