"Estação Educação" é elogiada por diretores e professores da rede municipal


“A receptividade foi muito boa, pois, a cada avanço tecnológico que conseguimos fazer, mais beneficiados ficam nossos alunos e professores. Esse projeto é de grande importância para e ensino-aprendizagem, porque, através da sala-estúdio, vamos conseguir avançar fronteiras, levando o ensino para fora da sala de aula”. O depoimento é da diretora da Escola Municipal Maria Lúcia, Ana Maria Santiago Pessanha, unidade que já ganhou uma sala-estúdio do projeto “Estação Educação”. A primeira unidade do Estação Educação foi implantada na sede da Secretaria de Educação, Ciências e Tecnologia (Seduct). Logo em seguida, o projeto foi levado para a Creche Escola João Perdecene Neto, Lapa; Escola Municipal Getúlio Vargas, em Tocos; E.M. Maria Lúcia, no Parque Turfe Clube; Ciep Wilson Batista, em Guarus, e Amaro Prata Tavares, no Centro. A próxima inauguração vai ser feita na E.M. Albertina Venâncio, no distrito de Travessão, com data ainda a ser definida. Quem também está satisfeita com o projeto é a diretora da João Perdecene Neto, Elaine Cristina Reis da Silva. “A sala tem sido um recurso excelente, sendo utilizada diariamente e atendendo professores de diversas unidades. Várias aulas já foram gravadas. Tem sido de grande importância para levar a todos os alunos da rede aulas diversificadas sobre as apostilas que são disponibilizadas no Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE). Assim temos a possibilidade de reforçar o aprendizado que já acontece em sala de aula, dando aos alunos da rede municipal mais oportunidades de desenvolvimento” reforçou Cristina. Professora da Rede Municipal, Denise Carneiro Gomes, também elogiou o projeto. “Trabalho na rede municipal há 16 anos e surgiu a grande oportunidade de trabalhar na sala estúdio. Confesso que foi um grande desafio, mas estou crescendo como profissional e adquirindo novos conhecimentos. Para nós, professores, uma inovação; para os gestores e coordenadores um olhar à frente, com perspectivas futuras. Inovar sempre. Sou grata", exclamou a professora. ACERVO SENDO MONTADO A coordenadora do Estação Educação, Neidimar Abreu, explica que o projeto visa a gravação e edição de vídeos educacionais produzidos pelos departamentos, escolas e coordenações da Seduct. Ela disse ainda que está sendo montado um acervo de videoaulas. Os profissionais técnicos e professores das salas-estúdios passam por treinamento e orientações constantes e o propósito maior desse investimento é universalizar a educação municipal garantindo os direitos de aprendizagens aos nossos alunos. De acordo com Neidimar, vários vídeos já foram gravados e agora estão passando por um processo de curadoria e edição, visando oferecer um material de qualidade para os alunos com muita responsabilidade. Em breve, o material será postado no portal PAE para toda comunidade escolar. “O Estação Educação é um projeto inovador que utiliza equipamentos de última geração, com o objetivo de potencializar a aprendizagem dos nossos alunos e minimizar os efeitos causados pela privação das aulas presenciais no momento pandêmico. E é por isso que estamos otimistas e com muitas expectativas para o lançamento das videoaulas. Quero ainda ressaltar que os roteiros das aulas estão sendo bem elaborados e passam pela revisão da coordenação do projeto. Os professores de ensino virtual, como são chamados, estão utilizando diversos recursos tecnológicos de audiovisuais e de multimídias com intuito de despertar a atenção do aluno. As videoaulas farão parte de mais uma estratégia pedagógica e valiosa para o professor que visa enriquecer sua prática e promover a aprendizagem dos alunos” ressalta Neidimar. ESTRUTURA VISTA COMO MODELO O projeto Estação Educação foi idealizado pelo secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, durante o período de pandemia, quando as escolas precisaram se adequar à nova realidade de ensino. “Na época, pensamos em criar um mecanismo que nos ajudasse durante o período de aulas remotas, mas que pudesse permanecer ao longo do tempo. O Estação Educação tem chamado a atenção até mesmo das unidades particulares. Já recebemos a visita do diretor pedagógico do Colégio Salesiano de Campos, Arthur Chrispino, que esteve na sala-estúdio da Seduct e também conheceu a estrutura da sala-estúdio montada na Creche Escola João Perdecene Neto. Esse projeto representa esse avanço no ensino-aprendizagem”, declarou o secretário. De acordo com o diretor de mídias sociais, Welliton Rangel, o projeto Estação Educação vai ter, no total, 13 salas-estúdios preparadas com 26 câmeras, iluminação, microfone e outros recursos, nas unidades escolares selecionadas. “Tudo isso para que os professores apresentem conteúdos previstos para cada semana de aula, por meio de “estações”, separadas por níveis educacionais”, concluiu Wellinton.

9 visualizações