Ex-ministro da Educação e pesquisador da FGV cumprem agenda em Campos

O objetivo é auxiliar na implantação de um projeto que visa o fortalecimento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) articulada à educação profissional

Foto: Wellington Rangel


A convite do secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, professor Marcelo Feres, o ex-ministro de Estado da Educação (MEC), José Henrique Paim, cumpriu agenda, nesta quarta-feira (22), em Campos. Atualmente, Paim ocupa o cargo de diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da Fundação Getúlio Vargas (DGPE/FGV). Ele estava acompanhado do pesquisador da FGV e professor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Aléssio Trindade, ex-secretário nacional de Educação Profissional e Tecnológica do MEC. A comitiva foi recepcionada pelo prefeito Wladimir Garotinho. O objetivo da visita é auxiliar na implantação de um projeto que visa o fortalecimento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) articulada à educação profissional.

“É um prazer receber um ex-ministro e um ex-secretário do MEC que, durante muito tempo, trouxeram grandes contribuições para a Educação no Brasil. Hoje, estamos dando mais um passo no sentido de discutir alternativas para que Campos possa implementar um novo modelo de aprendizagem, que favoreça o ensino profissionalizante, visando minimizar os impactos da pandemia. Tenho certeza de que vamos construir uma parceria muito boa para o desenvolvimento do nosso município”, afirmou o prefeito, destacando, ainda, que vai lançar três novos projetos nas próximas semanas: Cartão Goitacá, Mãe Coruja e Acolhe Campos, este último de inclusão produtiva.

Eles participaram de reunião com o prefeito Wladimir e o secretário Marcelo, na sede da Prefeitura. Em seguida, visitaram a Escola Municipal 29 de Maio, na Pecuária, que conta com 283 alunos na EJA; o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF) - Campus Campos Centro; e participaram, ainda, de reunião na Secretaria de Educação, com a presença da subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora; subsecretária de Gestão Orçamentária e Finanças, Carla Patrão; diretora pedagógica, Tânia Alberto; coordenadora da EJA, Greice Souza; além do secretário Marcelo.

Segundo o secretário de Educação, a agenda desta quarta-feira representa o desdobramento de uma reunião virtual que promoveu com Paim no mês passado. “Foi um dia bastante produtivo, onde conhecemos mais profundamente os projetos da FGV nesta área, a fim de avaliarmos como podemos desenvolver parcerias que possam ajudar e fortalecer, particularmente, a EJA, além de outras ações. Tenho certeza de que a vasta experiência dos dois vai nos ajudar muito”, comentou Marcelo.

“Campos está no caminho certo, sem dúvida nenhuma, e está fazendo uma excelente reorganização da gestão na área educacional. É uma grande satisfação poder reencontrar o prefeito e Marcelo, que trabalhou conosco no MEC. Nosso Centro está à disposição do município para que Campos possa implementar um projeto genuíno que ajude a alavancar a Educação de Jovens e Adultos”, assegurou Paim.


Alessio falou sobre a implementação do Projeto EJA Profissional em Campos. “É importante aumentar a oferta da educação profissional, com um papel central na retomada das aulas, que favoreça, também, a retomada do crescimento econômico nesse quadro de pandemia. Para isso, é necessário um bom projeto que convença os estudantes da EJA a retornarem para a escola”, disse.

José Henrique Paim Fernandes é professor e mestre em economia. Ocupou funções técnicas de destaque em órgãos públicos de âmbito municipal, estadual e federal. Foi subsecretário especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), secretário-executivo do MEC e ministro de Estado da Educação. Ocupou, ainda, o cargo de diretor da área social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES. Auxiliou na criação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e do Sistema de Seleção Unificada (SiSU); na implementação da Universidade Aberta do Brasil e dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, assim como na implementação do Programa Universidade para Todos (ProUni); na reformulação e ampliação do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).


Reportagem: Kamilla Uhl

14 visualizações