top of page

Ex-moradora de rua e ex-adicta celebra conclusão da EJA




A educação transforma realidades e ilumina vidas. E os alunos da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino estão mostrando isso na prática. Voltar a estudar após anos de evasão escolar não é fácil, mas a dedicação e empenho dos estudantes têm garantido resultados surpreendentes. É o caso da Janine Cristina da Costa, de 31 anos, oriunda de Muriaé, cidade de Minas Gerais, ex-dependente química e ex-moradora de rua.


Ela conta sua história de superação e vitórias, graças ao apoio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia e dos profissionais da Escola Municipal Dr Luiz Sobral, no Jardim Carioca. Neste mês, ela e outras centenas de alunos da EJA participaram de cerimônias de formaturas, marcando a conclusão dos estudos e o início de uma nova etapa em suas vidas. 




“Com 11 anos de idade comecei a usar cigarro, maconha e depois cocaína, até conhecer o crack que destruiu tudo na minha vida, foi devastador. Há 3 anos fui morar nas ruas e me entreguei totalmente. Mas tive a oportunidade de entrar para o projeto Cristolândia aqui em Campos há 8 meses e, por meio deles, conheci a Escola Luiz Sobral, onde pude fazer a EJA. Fui abraçada por todos os professores e toda a equipe da escola com muito carinho e hoje estou aqui. Jesus pode fazer mais do que a gente pede ou pensa. Se a escola apoiar as pessoas, muitos como eu vão chegar onde cheguei hoje, e sei que é só uma gota no oceano, pois muito mais Deus tem para fazer na minha vida. Que o Senhor coloque na vida de outros moradores de rua, pessoas boas como achei aqui nessa escola”, afirmou a jovem.


A diretora da Escola Dr. Luiz Sobral, Paula Farah, acredita que foi um momento para celebrar mais do que diplomas e certificados. “Celebramos histórias de perseverança, coragem e superação. Cada um dos nossos formandos do 9º ano do Ensino Fundamental e da IX fase da Educação de Jovens e Adultos, carrega consigo uma jornada única e inspiradora.Parabéns aos nossos formandos! Que suas histórias continuem a inspirar e a emocionar. Vocês são verdadeiramente especiais!”, destacou.




Atualmente a EJA está presente em 22 unidades e conta com cerca de 2.800 alunos, de acordo com a coordenadora da EJA, Greice Souza. A cerimônia de formatura também aconteceu em outras Escolas como a Custódio Generoso, 29 de Maio, Arnaldo Rosa Vianna e Professora Eunícia Ferreira da Silva, no Parque Santa Rosa.


“Estudar na Eunícia foi maravilhoso, sentirei muita saudades da diretora Daniely que é uma pessoa dedicada, atenciosa e amiga. Eu agradeço por vocês acreditarem em mim, isso me fez chegar até aonde eu cheguei. Para muitos pode até não ser nada, mas pra mim é um recomeço de uma nova jornada. Vocês da Eunícia estão fazendo parte de tudo de bom que está acontecendo na minha vida. Eu sou muito grata à Escola Eunícia, jamais esquecerei de vocês”, disse a aluna Joziele Marcelino Caetano.


Denivaldo Gomes Batista, da mesma unidade, concordou: “Eu só tenho a agradecer à escola, o ano foi incrível e fechou com chave de ouro, a formatura estava linda. Ver todos comemorando comigo, minha família, meus amigos, ver os profissionais que se esforçaram tanto pra fazer aquela festa linda, enfim, só tenho a agradecer. Muito obrigado”, comentou.




Everiane do Nascimento de Jesus, aluna da IX fase na EM Farol de São Tomé, agradeceu: “Traçamos um alvo e, com esforços, conseguimos concluir esta pequena etapa da vida de muitas outras que virão. Cada experiência compartilhada, cada elo de amizade formado é mais um pouquinho da bagagem que será levada para toda a vida. Agradecemos a Deus por ter nos ajudado até aqui. Agradecemos a todos que estiveram presentes, que nos apoiaram nos bons e maus momentos. Agradecemos aos nossos diretores e professores, que se empenharam para nos ajudar a seguir em frente. Queremos dividir com todos vocês esta conquista, mas certo que muitas outras virão. Esse foi apenas um degrau de muitos que ainda teremos pela frente. A vocês, nosso muito obrigado por essa linda experiência”.



Professor de Língua Portuguesa, Allan de Souza Aragão foi o orador do 9o ano e da 9a fase da Eja de Farol. “Foi uma formatura linda e emocionante como todas que a Escola Municipal Farol de São Tomé promove. É muito gratificante ver a evolução dos nossos alunos ano após ano e, durante a solenidade, os olhos ficaram marejados ao ver a alegria de todos por mais uma etapa concluída. Desejo a todos os formandos um futuro promissor, com muita paz, dedicação e sabedoria para lidar com todas as dificuldades que a vida pode apresentar”.


Greice Souza explicou que a EJA fases iniciais é destinada a jovens a partir de 15 anos que não completaram a etapa entre o 1º e o 5° ano. Já a EJA fases finais vai do 6º ao 9º ano.


“A Educação de Jovens e Adultos representa o resgate do ser humano como um todo. É a oportunidade que ele tem de voltar a sonhar, a viver e de ter de volta sua identidade. A EJA representa a possibilidade de o aluno vivenciar a leitura, escrita e, também, de ser inserido no mercado de trabalho ou conseguir um emprego melhor”, relatou Greice.






127 visualizações
bottom of page