top of page

Expansão da rede municipal de ensino: ampliação da oferta de vagas




O secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, realizou reunião com diretores de unidades escolares que fazem parte do projeto de expansão da rede municipal de ensino. O objetivo é criar, em curto prazo, salas de aula para ampliar o número de vagas para atendimento à demanda reprimida. O encontro aconteceu na sede da Escola de Formação dos Educadores Municipais (Efem) nesta quarta-feira (29).


Participaram da reunião a subsecretária de Educação, Rita Abreu; subsecretária de Gestão Orçamentária e Finanças, Carla Patrão; e diretor de Infraestrutura, Francisco Freitas. A Secretaria vai dar início à ampliação de 27 unidades, aumentando a capacidade de atendimento, todas no modelo de construção modular. Além dessas, serão construídas mais 5 novas unidades, também por meio de estrutura modular. E há outras em licitação para construção no modelo tradicional, com tijolo e cimento.


“‌Das 27 unidades previstas para ampliação, 20 serão creches e 7 escolas. E das 5 novas unidades a serem construídas, serão 3 creches e 2 escolas. Com a recuperação das unidades, a Prefeitura está reconquistando, também, a dignidade e confiança dos profissionais, alunos e pais de estudantes”, afirmou Marcelo.





Em paralelo, o Programa de Reestruturação prossegue na rede municipal de ensino. As obras de reforma chegaram a cerca de 50 unidades escolares. Desse total, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia já concluiu os serviços em 25 creches e escolas; as demais continuam em execução.


A escolha de quais unidades serão contempladas foi feita com base em um estudo técnico a partir de critérios pré-definidos como disponibilidade de espaço, demanda reprimida, tipo de imóvel e avaliação dos Departamentos Pedagógico e de Infraestrutura.


“Por incrível que pareça tivemos muitas vagas sobrando neste ano, porém, em locais onde não havia carência. E o papel do gestor público é encontrar caminhos para resolver os problemas. Estamos agora iniciando a ampliação da rede, com construção de novas salas, podendo atender mais estudantes onde a demanda é maior, o que potencializa um número maior de alunos na Rede. Com isso, vamos não apenas construir novas unidades, mas também, aumentar as salas que hoje são muito pequenas. Tudo isso é uma virada de página na Educação de Campos. Vamos poder atender à população com mais qualidade", informou Marcelo.


Carla Patrão informou quais unidades foram selecionadas para a ampliação: C.E. João Siqueira dos Santos, C.E Luiz Gonzaga da Silva, C.E. Irmã Dulce, C.E. Parque Prazeres, C.E. Francisco Alves Dias, C.E. Grevi Siqueira, C.E. Getúlio Vargas, C.E. Penha, C.E. João Goulart, C.E. Madre Tereza de Calcutá, C.E. Profª. Ruth Chagas Manhães, C.E. José Eduardo Peixoto Zandonaide, C.E. João Perdecene Neto, C.E. Francisco Cordeiro Pereira, C.E. Sebastião Tavares Campista, C.E. Subtenente Cláudio Henrique Laurindo de Carvalho, C.E. Gilberto do Espírito Santo Amaral, C.E. Dom Hélder Câmara, C.E. Wilson Amaro de Freitas, C.E. Martin Luther King, E.M. Professor Walter Siqueira Manhães, E.M. Augusto Machado Viana, E.M. Carlos Chagas, E.M. José Carneiro Terra, E.M. Professor Carlos Bruno, E.M. Alva Doralice Ribeiro de Castro e E.M. Maria Queiroz de Oliveira.


“Dessas, as primeiras contempladas serão: C.E. João Siqueira dos Santos, C.E Luiz Gonzaga da Silva, C.E. Irmã Dulce, C.E. Getúlio Vargas, C.E. Penha, C.E. Madre Tereza de Calcutá, C.E. Profª. Ruth Chagas Manhães, C.E. Gilberto do Espírito Santo Amaral, C.E. Wison Amaro de Freitas e E.M. Professor Walter Siqueira Manhães”, adiantou Carla.


DEPOIMENTOS


Diretora Creche Penha, Rosilani Santos afirmou que a unidade atende atualmente 240 crianças do berçário ao pré-2 e, com a ampliação, poderá atender até cerca de 450 alunos, incluindo o pré-3. "A Secretaria está cumprindo o compromisso de atender a demanda do bairro. Será um grande avanço, visto que, quando assumimos essa unidade, havia apenas 80 alunos. O bairro está crescendo e essa ampliação está acompanhando esse crescimento. Muitas mães tiravam a criança da escola e iam para unidades fora do bairro", comentou.


A gestora da Creche Madre Teresa de Calcutá, em Travessão, Rosângela Rangel Nogueira, contou que a unidade atende 120 alunos atualmente. “A demanda é grande e durante o ano inteiro recebemos pais querendo vagas ainda. Teremos um aumento de 20% no número de vagas. É uma grande conquista. O nível socioeconômico dos pais é pequeno e poder matricular os filhos na rede pública representa uma economia para as famílias que agora terão mais acesso à educação”, disse.


A Escola Professor Walter Siqueira, no Julião Nogueira, deve receber mais 100 alunos a partir da ampliação, segundo a gestora Rosemara Fiúza. “Vai ser muito bom porque nossa unidade é muito procurada e os pais precisam muito. Recebemos alunos de bairros como Pecuária, Nova Brasília, Parque Esplanada, Margem da Linha, entre outros bairros”.


129 visualizações

Comments


bottom of page