top of page

Exposição Itinerante “Meu Lugar” continua levando cultura para as escolas municipais



 

Uma experiência rica em cultura e conhecimentos gerais. Essa foi a análise de professores e pedagogos quanto à participação de escolas municipais na Exposição Itinerante “Meu Lugar”. O evento teve início no dia 22 de fevereiro e continua acontecendo esta semana. O projeto é realizado pelo Museu de Arte do Rio (MAR) com patrocínio da Enel Distribuição Rio, e apoio da Prefeitura de Campos.

 

Nesta segunda-feira (26), a EM Maria Lúcia está participando e, na próxima quinta-feira (29) vai ser a vez da EM Ferroviário Jacy Barbeto. No dia 23 a Escola Municipal Sagrada Família fez parte do projeto com alunos do 5° ano, turnos da manhã e tarde. Outras unidades serão contempladas na sequência.

 

Coordenadora pedagógica e integrante da gerência de Educação do Museu de Arte do Rio, Alice Beatriz Pedro da Silveira conta que foram feitas visitas nas escolas e os alunos também foram recebidos na Praça do Santíssimo Salvador, onde visitaram a exposição.




 

“Em ambas as visitas, planejamos atividades, nossa mediação é baseada na troca de experiências e diálogo sobre assuntos diversos. Claro que tentamos seguir o assunto da exposição como pertencimento, acesso à moradia digna, memória, mas os alunos nos surpreendem demais! Então, para isso, desenvolvemos os dispositivos artísticos pedagógicos, que são nossas ferramentas para o diálogo. Desenvolvemos um Jogo da Memória com personalidades artísticas de Campos, para dialogar com a produção artística cultural da cidade. Trouxemos nomes mais recentes e também pessoas com mais tempo de carreira”, ressaltou Alice.

 

A coordenadora explica ainda que o projeto continua atendendo as escolas em ambas as modalidades até dia oito de março. O encerramento está previsto para dia 10. Alice pontuou ainda que a exposição é aberta todos os dias às 10h, já com as visitas na Praça. No local há uma dupla de educadoras e uma mediadora, que atende o público espontâneo.

 

Esse planejamento das visitas é realizado de forma que possamos fazer um bate papo e também ativar alguma atividade com o dispositivo artístico pedagógico. As atividades desenvolvidas são: Relative, crônicas em caixa, jogo da memória, Remova, Plant Baixa Coletiva. Entre as turmas menores, 4º e 5º ano, o jogo da memória é um sucesso. Para os maiores, do 6º ao 9º ano, fizemos o Relative que é um dominó, no qual colocamos as peças com pontos da Cidade de Campos e tentamos relacionar os mesmos entre si ou entre memórias que os alunos têm”, contou Alice.

 

A subsecretária de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora, pontuou sobre a importância do projeto e sua riqueza cultural junto aos alunos. “Arte, cultura e educação são indissociáveis na formação do cidadão! Através dessa brilhante parceria entre a Prefeitura, a ENEL e o MAR, podemos ofertar aos nossos alunos da rede uma mostra desse porte! Além disso, a itinerância da mostra tornará os nossos estudantes ainda mais próximos da arte em suas próprias escolas, podendo contribuir para sua formação”, finalizou Suzana.

 



70 visualizações

Hozzászólások


bottom of page