Gestores educacionais participam de primeiro módulo do Método PIE





Diretores escolares da rede municipal de ensino participaram do primeiro módulo do Método PIE (Performance de Inteligência Emocional em Gestão Educacional), nesta terça-feira (23). Trata-se de um programa voltado ao atendimento psicossocial de gestores, desenvolvido pela equipe do Programa TreinaRH da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, em parceria com o Programa de Atenção à Saúde do Trabalhador (PAST) e a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct).


A palestra foi ministrada pelo coordenador do TreinaRH, Wilson Heidenfelder. Ele é servidor público, comunicólogo social, psicopedagogo, professor na Faculdade de Medicina de Campos e coach de Comunicação e Oratória. O próximo módulo acontecerá em 30 de agosto, com a psicóloga do TreinaRH, Jamille Cristine, que abordará o tema Gestão de Emoções. Os encontros acontecem na Escola Municipal de Gestão do Legislativo (Emugle), que fica na rua Conselheiro Tomás Coelho, 151, Centro.





“É a primeira vez que estamos trabalhando saúde emocional na rede municipal de ensino. É uma forma de olharmos para dentro de nós. O palestrante demonstrou muito conhecimento e domínio do assunto que se propôs a trabalhar com a gente hoje. Inteligência emocional é importante em qualquer gestão. É a partir da compreensão de si que a gente consegue compreender o outro e se abrir para dialogar com o outro. Acredito que vai acrescentar muito na minha vida. Uma gestão que não se comunica de forma efetiva e democrática não consegue avançar. Não somos uma ilha, vivemos em comunidade e precisamos nos comunicar de forma empática. Estou muito confiante também nos próximos módulos e acredito que não sairei do curso do mesmo jeito que entrei”, afirmou a vice-diretora Creche Escola João Siqueira dos Santos, na Tapera, Caroline Nascimento.


Segundo Wilson, o projeto será ampliado para atender outras áreas da Administração Pública Municipal. “Vamos atender por blocos. O primeiro grupo a ser contemplado é o de diretores de escolas e creches, mas vamos criar uma versão para atender, também, gestores da Secretaria de Saúde e da Guarda Civil Municipal, que já se interessaram pela ideia”, disse.


Ele falou sobre o Poder da Comunicação no Gerenciamento de Conflitos e Gestão. “O foco principal desse treinamento foi a questão da percepção do eu. Todo o programa PIE está muito ligado na base da inteligência emocional. Para além de fazer entender a sua capacidade de gestão, desejamos que os diretores possam se encontrar, entendendo que, hoje, o autoconhecimento, a conexão com o grupo e o equilíbrio emocional são fundamentais para desenvolver uma comunicação não violenta, uma conexão que possa empatizar com o outro e, assim, melhorar não somente sua atividade profissional, mas, principalmente, enquanto pessoa”, argumentou.




De acordo com a diretora de Gestão de Pessoas da Seduct, Lílian Neto, o PIE é um programa que reúne os conceitos básicos da Programação Neurolinguística, Psicologia Positiva e Coaching como práticas integrativas e complementares em saúde. “Nosso objetivo é promover a saúde emocional desses gestores na perspectiva de atender às demandas psicossociais que envolvem seu trabalho. Teremos três turmas para esse ano. Cada encontro tem quatro módulos e serão semanais, portanto, um mês de treinamento. Cada turma terá participação de dez escolas e dez creches. Então, esse ano 30 escolas e 30 creches serão contempladas”, explicou.


“A preocupação do grupo não é a quantidade por turma, mas a qualidade dos encontros, com turmas menores. A ideia partiu da nossa angústia em ver os gestores com esgotamento mental. Não são todos, mas grande parte. Levei a proposta para o RH da Administração e para o PAST e eles abraçaram a causa comigo, fizemos reuniões para pensar o que seria construído e após um brainstorming, saiu do forno o Método PIE. Espero que esse trabalho faça diferença na vida dos nossos gestores, para trabalharem melhor. Nosso desejo é ver a Educação avançando cada vez mais. Quem ganha é o aluno. Agradeço ao secretário de Educação, professor Marcelo Feres, pelo apoio de sempre!”, informou Lílian.


Wilson destacou, ainda: “Ninguém é capaz de dar aquilo que não recebeu. É um trabalho de energia para fazer com esses diretores descubram novamente seus propósitos de vida, se sintam fortalecidos para atuarem em suas funções. O Governo marca um ponto fundamental. A prefeitura sinaliza um novo momento na história dos servidores. Como servidor de carreira, não me lembro de termos tido essa oportunidade em outros momentos, de termos um curso nesse nível. A receptividade foi extraordinária”, finalizou.




243 visualizações