Grupo Gotta fala de preservação ambiental em novo espetáculo


O Grupo Gotta está com uma nova apresentação. Desta vez, envolvendo temáticas do meio ambiente, mostrando como preservar, reciclar, reutilizar, reduzir e educar para salvar a vida. O espetáculo intitulado "Quem vai salvar a vida?" é uma adaptação do livro da escritora Ruth Rocha. A montagem estará disponível a partir do Dia Internacional da Reciclagem, comemorado dia 17 de maio e vai ficar disponível durante todo o mês de junho. De acordo com a professora incentivadora do Gotta, Ana Souza, quem desejar o espetáculo em suas creches, escolas ou universidades, pode agendar as apresentações através dos telefones 9.98266-292 e 9.9838-8569. “O espetáculo vai atender perfeitamente a todos os públicos. A montagem conta a história de um aluno que aprende nas aulas a importância de reutilizar, reduzir e reciclar para salvar a vida e ele consegue convencer a família e vizinhos a mudarem os hábitos de vida”, explica Ana, acrescentando que já há cinco apresentações prontas. A coordenadora do Gotta, Simone Jardim, diz que a montagem teatral proporcionou aos alunos criar novos hábitos de higiene. “Eles aprenderam a importância de separar o lixo e os ensaios deles, em casa, passaram a ser um incentivo para as famílias. Aprenderam a levar saquinhos de lixo para as pracinhas e praia, para eles e para os próximos. O objetivo da montagem é esse também, que os alunos passem para suas famílias e que a pouca ajuda passe a ser muita”, ressalta Simone. Em março, o grupo fez uma apresentação temática envolvendo o circo e a lenda do Ururau, intitulado, "No Circo da alegria tem Lenda do Ururau, sim Senhor!". A montagem foi realizada em comemoração ao Dia Mundial do Circo e ao aniversário de Campos. O Gotta é formado por alunos de escolas variadas e, atualmente, está com a sua sede no Instituto Profissional São José, dentro da Fundação Municipal da Infância e Juventude (FMIJ), na Lapa. No local, acontecem as oficinas no contraturno da escola regular do aluno, de manhã e à tarde. “O objetivo do grupo é levar a literatura de forma divertida e interessante para o maior número possível de crianças, adolescentes e até adultos, que em meio a tanta tecnologia perdem o hábito da leitura”, finaliza Ana.

2 visualizações