top of page

Guarda Civil intensifica ações do Projeto Ronda Escolar nas unidades municipais




Fundado em 2009, o Projeto Ronda Escolar da Guarda Civil Municipal intensificou as visitas nas unidades escolares da rede municipal de ensino. Diariamente, os agentes prestam apoio aos gestores e ajudam a garantir um ambiente de paz e segurança para profissionais e alunos. As equipes da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), diretores e vice-diretores das creches e escolas estão em constante contato com os integrantes do projeto, que são acionados por telefone sempre que necessário.


O patrulhamento acontece tanto na área urbana quanto na área rural, para inibir atos ilícitos no entorno e interior da unidade; mediar conflitos na unidade escolar; comunicar aos órgãos de proteção competentes se estiver ocorrendo atentados contra as garantias estabelecidas às crianças e adolescentes; ministra palestras e atividades lúdicas, atendendo às necessidades de cada unidade, atribuindo à realidade e momento vivenciados em suas respectivas comunidades, trabalhando temas como boa convivência social, bullying, entre outros.




“A Ronda Escolar visa aproximar a Guarda Civil da comunidade escolar, por meio de palestras e atividades elaboradas junto aos nossos gestores. A presença deles garante o clima de paz e de segurança, deixando os pais mais tranquilos. Da mesma forma, temos parceria com a Polícia Militar e a Polícia Civil, que estão nos auxiliando no sentido de manter a cultura de paz nas nossas escolas”, disse o secretário de Educação, Marcelo Feres.





Nesta quinta-feira (13), foram visitadas unidades como Escola Municipal Professora Wilmar Cava Barros, Professora Olga Linhares, Carmem Silvya Carneiro, Manoel Coelho, Lucia Caldas, Amaro Prata Tavares, Ciep Clovis Tavares, Pedro Barbosa, Felício Sarlo, Santa Rita de Cássia, Eloy Ornelas, Conselheiro Josino, João Carlos de Castro, Carlos Jardim da Cruz, Santa Maria, Nossa Senhora Aparecida, São João, Ciep Arnaldo Rosa Vianna, Pequeno Jornaleiro, Cemstiac, Maria Queiroz de Oliveira, Branca Peçanha, Sebastiana Machado, Prisco de Almeida e Custódio Siqueira, entre outras.


De acordo com o diretor da Professora Wilmar Cava Barros, no Jóquei, Diego Pani Cordeiro, eles percorreram as salas de aula e orientaram alunos e professores sobre as últimas notícias divulgadas nas redes sociais, em relação às supostas ameaças.





“Aproveitaram para tranquilizar a todos os integrantes da comunidade escolar, garantindo se tratar de fake news, e se colocaram à disposição da escola. A equipe também ressaltou ser muito importante não compartilhar mensagens recebidas pelas redes sociais, dessas falsas notícias. A orientação é também para se manter a calma, pois está ocorrendo uma vigilância ostensiva junto às escolas do município”, disse Diego.


Marcelo destacou que, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), a Seduct também desenvolve projetos como “Entendendo a Violência Para Prevenir, Proteger e Promover Saúde"; o projeto “Escola Protetora da Mulher”; o projeto “Construindo Valores nas Escolas”; e o projeto “Tudo Bem Se Emocionar”.

Este ano, as unidades estão recebendo um outro projeto chamado Maria da Penha vai às Escolas, com palestras realizadas por profissionais de psicologia e assistente social, em parceria com o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) e a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, abordando temas como relacionamentos abusivos, mercado de trabalho, sobrecarga de trabalho, cuidados com os filhos, rede de apoio, família, e saúde mental.





163 visualizações

Comments


bottom of page