"Hora da Educação" vai receber a diretora do Instituto Municipal Helena Antipoff/RJ








A Diretora do Instituto Municipal Helena Antipoff/RJ e Especialista em Gestão Pública, Claudia Medina de Almeida, é a convidada do programa Hora da Educação, na próxima quarta-feira (22), às 18h30, através do canal do Programa de Aprendizagem Eficiente (Pae) no Youtube. O programa é apresentado pelo secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres. O tema desta semana é “Conhecendo o Instituto Municipal Helena Antipoff e a proposta de parcerias com a Seduct”. Na semana passada, Marcelo Feres recebeu a subsecretária Municipal de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Rosilani Tavares. Eles conversaram sobre o “Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa”, lembrado no último dia 15. Na live, Rosilani explicou que a violência pode ser física, social, psicológica, patrimonial. Ela ressaltou ainda que muitas vezes esses tipos de crime acontecem dentro da própria família. “Às vezes, a violência não deixa marcas, não fica roxo e são tão sutis que demoram para que as pessoas percebam o que está acontecendo com o idoso. Por isso, deixo aqui o meu pedido, se você suspeita de algum caso, denuncie. Ligue para o Disque 100 e denuncie!”, pede Rosilani. Na live, foi falado ainda sobre a inclusão digital dos idosos, uma parceria da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) com a subsecretaria Municipal de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. As aulas serão ministradas na sede do Cidac, próximo à Rodoviária Roberto Silveira, no Centro, e devem começar ainda neste semestre. “É uma forma de oferecer mais autonomia ao idoso, que pode, através do celular, aprender a fazer transações bancárias, ouvir música, assistir a um filme, conversar com os familiares que moram mais distantes. Enfim, usar a tecnologia ao seu favor, explica Feres. Hoje, a subsecretaria tem 30 mil idosos cadastrados. O cadastro é feito no Clube da Terceira Idade, na Rua Rodrigues Peixoto, 91, Parque Tamandaré. O idoso pode participar de atividades de saúde e ainda de cultura e recreação. “Nunca é tarde para ser feliz. E, talvez seja essa a fase que o idoso vai conquistar o que ele sempre desejou a vida toda”, acredita Rosilani. Marcelo Feres ressaltou a importância de respeitar e cuidar dos idosos. “É sempre importante lembrar que é necessário respeitar esse ciclo de vida como um todo. A gente precisa fazer com que nossas crianças entendam que é necessário respeitar os pais, avós e todos os idosos. Nós estamos vivendo um momento que é cada vez maior a perspectiva de vida, então, cada vez é mais primordial respeitar os idosos”, dia Marcelo Feres. O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, data reconhecida, em 2011, pela Organização das Nações Unidas (ONU) após mobilização da Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. Nessa data, é lembrado em todo o mundo o repúdio à violência contra esse público, por meio do reconhecimento de suas vulnerabilidades e direitos, bem como a divulgação das formas de protegê-los.


3 visualizações