top of page

Laboratório Móvel Viajando na Ciência na Escola do Parque Tamandaré sexta-feira




A Escola Municipal Ferroviário Jacy da Silva Barbeto, do Parque Tamandaré, receberá o laboratório móvel Viajando na Ciência na sexta-feira (17), 13h30 às 20h. Serão contemplados os estudantes do ensino fundamental no período da tarde, e os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), no turno da noite. Na segunda-feira (20), o caminhão retornará à unidade a partir das 8h30, beneficiando a comunidade escolar nos turnos da manhã e tarde.


Nos dias 27 de maio e 3 de junho, o projeto vai migrar para a Escola Municipal Ponta da Palha, visando atender, também, às unidades das demais localidades da região, como Fazenda Aleluia, Imbé, João Norberto, entre outras.

 

De acordo com a secretária de Educação, Tânia Alberto, o objetivo é promover a interação dos alunos com o universo científico, fora das salas de aula. “O caminhão é um laboratório itinerante equipado por materiais de Ciências, como réplicas da anatomia humana, estereoscópios, microscópios e objetos para experimentos de Física e Química”, explicou.




Segundo a coordenadora de Ciências da Seduct, Carla Salles, o laboratório móvel apresenta conteúdos diversificados, como dengue, identificação e ciclo biológico do mosquitos; sistemas do corpo humano, dando ênfase na reprodução e desenvolvimento fetal; anatomia comparada do sistema ósseo; citologia; experimentos: densidade, extração de pigmentos dos vegetais, identificação de carboidratos e lipídeos (gordura) nos alimentos; oxidação dos alimentos, tensão superficial da água; além de observação de microscópio e das fases do mosquito no estereomicroscópio.


“O projeto Viajando na Ciência é uma excelente oportunidade para promover o aprendizado e despertar a curiosidade dos alunos. Com a presença do caminhão na escola, os estudantes têm a oportunidade de participar de experimentos práticos, observar demonstrações científicas, se envolver em atividades educativas de prevenção e combate ao Aedes aegypti, entre outras ações, tornando o aprendizado mais significativo e consolidado. Além disso, essa iniciativa contribui para despertar o interesse pela ciência e pela natureza, estimulando o pensamento crítico, o envolvimento e a criatividade dos alunos participantes”, declarou Carla.


Este ano, o projeto itinerante fez a alegria dos estudantes das Escolas Maria Lúcia, no Turfe; Francisco de Assis, no Matadouro; Ciep Wilson Batista, no Parque Guarus; Professora Eunícia Ferreira da Silva, do Parque Santa Rosa; Escola Municipal Miguel Henrique Gomes, em São Martinho (contemplando também os alunos da EM Sérgio Viana Barroso, em Caboio); Lúcia Caldas em Campo Limpo; Senador José Carlos Pereira Pinto, em Nova Brasília; e Sebastião Ribeiro de Deus, no Novo Jockey.





Por Kamilla Uhl - Foto: Carla Salles e Daniely Pelicioni 

 


28 visualizações

Comments


bottom of page